Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Maio/UCID/Albertino Rosa: “É fundamental e de caracter urgente o aumento da frequência de voo para a ilha do maio” 15 Abril 2021

Em entrevista exclusiva ao A Semanaonline, o cabeça de lista da UCID para o círculo eleitoral do Maio às legislativas de 18 de abril, Albertino Rosa, estabelece como uma das prioridades do seu partido resolver os problemas dos transportes que afeta a ilha. Rosa entende ser fundamental e de carácter urgente o aumento das frequências das ligações aéreas e marítimas de e para a ilha do Porto Inglês. Este considera que, assim como está, “a situação é deveras grave para uma ilha que se projeta um desenvolvimento forte e mudança de paradigma”.

Entrevista conduzida por Maria Cardoso/Redação

Maio/UCID/Albertino Rosa: “É fundamental e de caracter urgente o aumento da frequência de voo para a ilha do maio”

A Semana: Pela primeira vez a UCID está a concorrer na ilha do Maio às eleições legislativas. Como está sendo esta estreia no Terreno?

Albertino Rosa: Não é a primeira participação em legislativas da UCID pelo círculo do Maio visto que em 2016 a UCID já tinha concorrido. Em relação à recetividade dessa lista no seio da comunidade, a sensação é a melhor possível, acho que era o que a população esperava de nós. Uma atitude politica positiva, sem farpas, sem insultos, apenas expondo os problemas existentes e mostrando projetos sérios, realistas e exequíveis.

Quais são as grandes apostas da UCID para a ilha do Maio?

- A nossa grande aposta é claramente na juventude aonde temos um deficit de empregabilidade e um menor empoderamento financeiro. Aposta no setor primário de produção: agricultura, pesca, pecuária, extração de pedras ornamentais entre outros.

O que está previsto em relação ao transporte para tirar a ilha do Maio do isolamento?

- A pergunta em si já constata o estatuto de ilha isolada a que se refere quando se fala da Ilha do Maio. É fundamental e de carácter urgente o aumento da frequência de voo para a ilha do maio. Além disso, a nossa preocupação passa pelo número de dias em que os transportes marítimos carregam bens comerciais, produtos a qual a ilha não produz embora de muita necessidade e procura. Repare, todas as semanas entre domingo à noite e quinta-feira não há voos e nem sequer barcos de e para a ilha do Maio. Para uma ilha que se projeta um desenvolvimento forte e mudança de paradigma, a situação é deveras grave.

Qual é a vossa proposta a nível do turismo na ilha?

- O contexto pandémico atual limita e de que maneira os investimentos no sector do turismo, mesmo assim é de extrema importância a capacitação dos nossos agentes turísticos, investimentos nas áreas de restauração, hotelaria, transportes marítimos e aéreos, saúde. As nossas propostas passam por dotar esse setores de capacidade de resposta para a população maiense e a quem chega à ilha.

Qual é a meta da sua lista em termos de número de mandatos a eleger?

- O objetivo passa por eleger pelo menos um deputado da Lista da UCID, mas se forem os dois deputados pelo circulo do maio eleitos a partir da lista da UCID tenho certeza de que a ilha estará muito bem representada. Confio a 100% na minha lista.

Que métodos estão ser utilizados para fazer campanha em tempos de pandemia?

- A nossa lista, muito antes do inicio da campanha eleitoral já tinha definido e acordado que respeitaríamos todas as normas de segurança, com o objetivo de não sermos nós o objeto de propagação do Corona vírus, pelo que diminuímos o número de ativistas. Todos que participam no nosso grupo usam marcaras novas, antes de sair usamos todos álcool gel para desinfeção das mão. Além disso o nosso “contato” com a população é feita respeitando o distanciamento mínimo de dois metros.
Também decidimos não realizar qualquer tipo de comícios, nem nada que se pareça, para evitar aglomerações.

Na sua ótica, quais são os principais desafios (problemas a resolver), se vencer, na ilha do Maio?

- A ilha apresenta um aglomerado de desafios que, sem descriminação, precisam de resoluções urgentes, porém, se fosse obrigatório nomear algum desses, eu diria a Saúde, nomeadamente no que toca a equipamentos de diagnostico e um centro cirúrgico de pequeno porte, também destacava o setor dos transportes marítimos (de carga principalmente) e aéreos (de passageiros) como o calcanhar de Aquiles da ilha.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project