SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Mais um caso de criminalidade no Sal : PJ detém homem de 51 anos acusado de abuso sexual a menor 21 Abril 2018

Um homem de 51 anos de idade, da localidade Oito-Vinte da cidade dos Espargos, deve apresentar-se, neste sábado,21,perante o Tribunal da Comarca do Sal para o primeiro interrogatório e medida de coação. É que o acusado vai responder por crime de abuso sexual continuado de uma enteada menor de 14 anos de idade. Este é mais um dos vários casos de violação de menores na sua forma continuada e agravada, que se vêm registando na ilha mais turística de Cabo Verde.

Mais um caso de criminalidade no Sal : PJ detém homem de 51 anos acusado de abuso sexual a menor

Em comunicado remetido a este jornal, a Polícia Judiciária confirma a operação que culminou com a caça do suposto violador. Anuncia que foi, através do Departamento de Investigação Criminal do Sal – DICS – que deteve, em cumprimento de um mandado do Ministério Público, esta sexta-feira, 20, fora de flagrante delito, um indivíduo do sexo masculino, de 51 anos, residente na localidade de Oito/Vinte quatro-Espargos. Assegura que o presumível criminoso é «acusado da prática de um crime de abuso sexual de menor, na sua forma continuada e agravada».

A PJ avança que a vítima, actualmente com 14 anos de idade, vinha sendo abusada desde os 12 anos e era enteada do suposto abusador.

«O detido vai ser presente ao tribunal, na manhã deste sábado, 21, para o primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação de medidas de coação pessoal», garante a Polícia Científica de Cabo Verde.

Entretanto, é de salientar que este é mais um dos vários crimes de violação de menores - incluem antedadas - na sua forma continuada e gravada, que se vêm registando na ilha do Sal. Muitos dos supostos autores de tais crimes se encontram em liberdade sob Termo de Identidade e Residencial-TIR, esperando pelo julgamento. Uma situação que tem gerado protestos por parte de familiares das vítimas, que temem com o facto de os alegados criminosos permanecerem solto e a circularem livremente na ilha mais turística de Cabo Verde, mesmo tendo cometidos os crimes referidos. Fotos: arquivo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project