REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Manequim luso-guineense Layla Costa "sucumbiu a cardiopatia congénita" 14 Novembro 2021

A modelo Layla Costa que faleceu em Itália no dia 1 "sucumbiu a uma cardiopatia congénita", segundo o relatório da autópsia divulgado nesta sexta-feira, 12. A jovem luso-guineense "sofreu um ataque cardíaco" e foi encontrada sem vida em Bolonha, onde estava havia semanas em trabalho pela agência Face Models, contou a estilista Fátima Lopes.

Manequim luso-guineense Layla Costa

A manequim luso-guineense Layla Costa, nascida em Lisboa e aos três meses levada para a terra dos pais, a Guiné-Bissau, iniciou aos dezoito anos, de novo em Portugal, a carreira de modelo que conjugou com os estudos.

No primeiro dia deste mês, foi encontrada sem vida no chão da casa de banho na unidade residencial onde estava alojada. Encontrava-se na cidade italiana de Bolonha havia várias semanas em trabalho pela agência Face Models.

A dona da agência, a estilista Fátima Lopes, descreveu-a como uma das manequins mais promissoras da sua Face Models e enalteceu as suas qualidades.

A jovem era — segundo Fátima Lopes a descreve no Instagram — um exemplo de "delicadeza, bondade, humildade, determinação, profissionalismo". "A nossa modelo ficará eternamente nos nossos corações", remata a famosa estilista.

Cardiopatia congénita: é um problema com a estrutura e funcionamento do coração presente desde pelo menos o nascimento. Pode ser detetado ainda no ventre, mas também o paciente pode viver anos com a doença sem o saber.

Fontes: TVI/JN.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project