CULINÁRIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Manteiga ou Margarina? 02 Fevereiro 2013

A diferença entre manteiga e margarina ainda gera dúvidas em muitas pessoas. Estão em nove de cada dez pequenos-almoços tipicamente cabo-verdianos e são alvo de debates acirrados entre pesquisadores. Afinal, qual é mais saudável? Levando em conta essa preocupação, o asemanaonline preparou para os seus queridos leitores um pequeno texto que ajuda a compreender um pouco mais sobre a manteiga e a margarina.

 Manteiga ou Margarina?

MANTEIGA:

É um dos derivados do leite, feito com nata batida. Há dois tipos de gorduras alimentares: as saturadas (sólidas a temperatura ambiente) e as insaturadas (líquidas). “A ingestão recomendada de gordura na dieta é de, no mínimo, 20% e, no máximo, 30% do total de calorias, sugerindo também uma proporção aproximadamente igual entre os ácidos graxos saturados e insaturados”, de acordo com a pesquisa feita.

Mais colesterol:

Como é natural, a manteiga não tem gordura hidrogenada nem interesterificada, portanto é sempre zero trans. Essa é uma das vantagens do alimento, mais fácil de ser metabolizado. Por outro lado, a quantidade de gordura saturada e, consequentemente, de colesterol, é bem mais alta.

Calorias:

“Qualquer gordura tem 9 calorias por grama”, a concentração de lípidos na manteiga é maior do que na margarina, que tem 16% a 35% de água na composição. A manteiga, portanto, acaba por ser mais calórica.

Mudança de papel:

A manteiga já foi vista como prejudicial à saúde por ser fonte de colesterol. “Hoje sabe-se que o seu consumo moderado não é o grande causador da obesidade e das doenças cardíacas. Estudos indicam que os maiores problemas estão no consumo de gorduras trans e na ingestão excessiva de ácidos graxos ômega 6 combinado a pequeno consumo de ácidos graxos ômega 3”, afirma Cinthia Bittencourt Spricigo, engenheira de alimentos.

Recomendação:

Pessoas que não têm altos níveis de colesterol podem comer manteiga. “O nosso organismo tem enzimas para digerir a gordura saturada. É muito mais fácil metabolizar essa gordura natural do que as modificadas quimicamente", diz.

MARGARINA:

As margarinas são feitas a partir de óleos vegetais líquidos que passam por um processo químico para se tornarem sólidos e cremosos. O leite ou derivados é um ingrediente obrigatório, segundo a pesquisa feita à percentagem de gordura deve ficar entre 64% e 82%.

Zero trans.

Quase todas as margarinas vendidas têm a marcação de zero trans no rótulo. Isso quer dizer que o alimento tem de zero a 0,3 gramas de gordura trans por porção, de acordo com recomendações de alguns nutricionistas. A partir de 2003, quando se passou a exigir que a quantidade de trans viesse descrita nos rótulos, os fabricantes procuraram eliminar o ingrediente da composição dos alimentos. Mesmo assim, algumas margarinas ainda têm. É uma gordura que nosso corpo não reconhece, é vista pelo sistema digestivo como se fosse um polímero, um plástico. Ela acumula nas artérias e, a longo prazo, é muito mais nociva do que a gordura saturada.

Todas as margarinas com zero trans têm gordura interesterificada, foi uma forma de os fabricantes substituírem a trans sem fazer com que os produtos ficassem menos cremosos. Essa gordura é um óleo vegetal modificado quimicamente. Como o processo é recente, não há conclusões sobre qual seria a reacção do organismo humano em relação a esse tipo de lípido. Mas os primeiros resultados não são favoráveis. É provável que ela não seja metabolizada como a trans.

Percentagem de lípidos:

Quanto mais lípidos uma margarina tem, mais calórica e mais cremosa ela se torna. Eles não fazem mal, desde que não sejam consumidos em excesso. A margarina light tem uma percentagem menor.

Atenção ao rótulo:

O melhor jeito de escolher margarinas é conferindo o rótulo. “Algumas possuem menos sal, outras contêm vitaminas, maiores teores de ómega 3 e menores teores de gordura saturada, o que pode torná-las mais saudáveis do que outras que não têm essas características”.

Elsa Robalo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project