ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Manuais do 9º ano de escolaridade vão estar disponíveis no próximo ano letivo – responsável 01 Dezembro 2022

O diretor nacional da Educação, Adriano Moreno, garantiu hoje, na Praia, que todos os manuais e materiais interativos do 9º ano de escolaridade estarão disponíveis no arranque do ano letivo 2023/2024, em Setembro, para fazer face a esta privação.

Manuais do 9º ano de escolaridade vão estar disponíveis no próximo ano letivo – responsável

Adriano Moreno falava à imprensa à margem da primeira Conferência Nacional dos Professores de Francês de Cabo Verde a decorrer, de 01 a 03 de Dezembro, na Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), visando abordar o tema “Os novos desafios e ganhos do ensino/aprendizagem da língua francesa em Cabo Verde e seus impactos no desenvolvimento do arquipélago”.

A não existência dos manuais do 9º ano, segundo o director nacional da Educação, deve-se ao facto do programa que se encontrava na sua fase experimental.

“Os manuais de todas as disciplinas vão estar disponíveis no próximo ano lectivo para o 9º ano. Não tiveram manual ainda porque o programa era experimental, o programa já foi amolgado e a partir do próximo ano lectivo teremos os manuais de todas as disciplinas do 9º ano”, asseverou Adriano Moreno.

Para além dos manuais, serão disponibilizados também aos alunos materiais didácticos interactivos, avançando que já estão contratualizados com a Porto Editora, responsável pela elaboração dos mesmos, pelo que perspectiva “tê-los a partir do mês de Setembro”. E para os próximos anos lectivos serão os do 10º ano e assim por diante”.

Lançando, por outro lado, um olhar ao ensino de línguas estrangeiras no País, Adriano Moreno avançou que se está a trabalhar para cumprir aquilo que é o “grande desafio” do Governo, construir o sistema educativo que esteja baseado, sobretudo nas ciências e nas tecnologias, mas também nas línguas para que se possa ter jovens cosmopolitas abertas ao mundo.

“Que possam comunicar pelo menos com as duas línguas Inglês e o Francês e tendo esta oportunidade a partir do quinto ano esperamos que consigam realmente sair do 12º ano ter as condições de falar de uma forma fluente as duas línguas, sendo que também há condições para a partir do 10º ano de escolaridade poderem escolher uma terceira língua estrangeira que é o Mandarim, ou Espanhol”, vincou o director nacional da Educação.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project