BREVES NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Marinhas Portuguesa e Cabo-verdiana reforçam laços de cooperação técnico-militar 12 Mar�o 2018

Militares das marinhas de Portugal e de Cabo Verde desenvolvem um exercício naval esta segunda-feira, 12, em Mindelo São Vicente, com base numa simulação que visa socorrer as populações afectadas em caso de catástrofe natural (sismo de amplitude 5,5 na escala de Richter, com epicentro entre Santo Antão e São Vicente). O exercício, segundo as autoridades da Marinha Portuguesa, tem como principal objectivo reforçar a capacitação técnico-militar destes dois países lusófonos.

Marinhas Portuguesa e Cabo-verdiana reforçam laços de cooperação técnico-militar

Esta operação denominada ”Salvar Vidas” decorre no âmbito da iniciativa “Mar Aberto 2018” e serve para treinar as duas forças militares e estreitar os laços de cooperação técnica entre Portugal e Cabo Verde.

De acordo com um comunicado a que este diário digital teve acesso, a simulação envolve 467 elementos das corporações portuguesa e cabo-verdiana, dos quais 285 militares portugueses, 101 cabo-verdianos e os restantes integram bombeiros estudantes, professores universitários, profissionais da Comunicação Social e figurantes.

Para além do navio de busca e de salvamento “Ponta Martinho”, a Guarda-Costeira cabo-verdiana integra o exercício de simulação com os navios de patrulha “Guardião” e “Rei” a corporação da Marinha portuguesa participa com os navios “Álvares Cabral” e “Berrio”.

“Os militares destes dois países irão acudir as populações afectadas por um sismo de amplitude 5,5 na escala de Richter, com epicentro entre Santo Antão e São Vicente, abalo que afecta mais Porto Novo do que Mindelo, conforme o plano do exercício a ser simulado”, adverte a nossa fonte.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project