REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Mártir Sophia (1921-1943) ativa contra o 3º Reich 09 Maio 2021

Sophia Magdalena Scholl nasceu em 09 de maio de 1921. É uma das raras alemãs opositoras ao nazismo e ativa participante do movimento da resistência alemã anti-Hitler. Sophia Magdalena foi condenada por traição e executada na guilhotina aos 21 anos.

Mártir Sophia (1921-1943) ativa contra o 3º Reich

Entre os alemães executados pelo regime hitleriano estão os três jovens membros fundadores do movimento Rosa Branca que pediam o fim do nazismo. Os irmãos Hans Scholl e Sophia Scholl e Christoph Probst, guilhotinados em fevereiro de 1943.

Estudantes da universidade de Munique apanhados a distribuir folhetos no pátio, Sophia, o seu irmão, Hans Scholl, e Christoph Probst — que com Alexander Schmorell fundaram o ’Rosa Branca’, movimento de inspiração católica — foram presos em 18 de fevereiro de 1943, após o reitor chamar a Gestapo. Menos de vinte e quatro horas depois de condenados, foram guilhotinados.

Meses antes, no início do verão de 1942, Sophia Scholl começara a participar da produção e distribuição de panfletos do Rosa Branca. Redigidos e policopiados, eram depois deixados nas caixas de correio nas casas de grandes cidades da Baviera (berço do movimento nazi).

Os três jovens são hoje tidos como heróis nacionais alemães. Destaca-se ainda que, entre fevereiro e outubro de 1943, os nazis executaram mais 50 integrantes do movimento Rosa Branca.

Nazis guilhotinaram 16 mil pessoas

É uma realidade quase desconhecida a dos dezasseis mil opositores ao nazismo que foram executados por guilhotina durante os doze anos em que Hitler esteve no poder.

Fontes: DW.de/. Foto: Os irmãos Hans Scholl e Sophia Scholl, também numa interpretação em filme. Mapa: Terra natal, Forchtenberg. Munich: ativismo político e destino final.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project