DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Messi pode ser castigado com 12 jogos de suspensão depois de ter sido expulso por agressão 21 Janeiro 2021

O primeiro cartão vermelho de Lionel Messi, exibido no último minuto da Supertaça Espanhola, pode ter um castigo exemplar. A federação espanhola pondera aplicar ao argentino uma dúzia de jogos de suspensão, adiantou õ jornal a Bola.

Messi pode ser castigado com 12 jogos de suspensão depois de ter sido expulso por agressão

Messi viu o seu primeiro cartão vermelho no Barcelona no último minuto do tempo de compensação por agressão ao avançado Asier Villalibre, do Athletic de Bilbao, que acabaria por, poucos minutos mais tarde, garantir a Supertaça Espanhola.

Caso a federação considere que o incidente foi “agressivo” ao rever as imagens, Messi pode sofrer um castigo entre quatro e 12 jogos. Neste último caso, isso significaria a ausência do capitão do Barcelona de um número significativo de jogos domésticos. Isto numa altura em que o conjunto de Ronald Koeman ocupa o terceiro lugar na liga, com sete pontos de atraso para o líder, o Atlético de Madrid.

Contudo, há sempre a hipótese de a federação espanhola considerar que a atitude do argentino não foi “agressiva”, o que é pouco provável, Messi ficará de fora entre um e três jogos. O avançado perdeu a cabeça quando tudo parecia apontar para uma vitória da sua equipa e Villalibre marcou um golo que empatou a partida e forçou o prolongamento. O golo da vitória dos bascos aconteceu aos três minutos do tempo extra, marcado por Iker Muniain.

Apesar da expulsão do seu jogador mais talentoso, Koeman defendeu Messi, argumentou que foi a frustração do argentino ao ser vítima constante da agressividade dos adversários a provocar a sua ira. “Eu entendo o que o Messi fez. Não sei quantas faltas sofreu e é normal reagir quando cometem constantemente faltas sobre ti,” disse o antigo treinador do Benfica, admitindo, no entanto: “Preciso de ver bem as imagens novamente”.

Para além das faltas e da derrota dramática, Messi vinha de uma lesão que quase o impediu de jogar a final da Supertaça. Ronald Koeman deixou nas mãos do seu jogador a decisão de jogar ou não. “Acho que ao fim de tantos anos a este nível, ele sabe quando pode ou não jogar,” afirmou o técnico holandês.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project