INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

México queixa-se ao TPI de cerco policial à embaixada e intimidação do novo poder na Bolívia a diplomatas 28 Dezembro 2019

A tensão subiu ao máximo e o México anunciou na quinta-feira, 26, ter apresentado uma queixa ao TPI-Tribunal Internacional contra o novo poder na Bolívia, sob a presidente interina Jeanine Áñez, por "violação de obrigações diplomáticas". Em causa, "o cerco à embaixada mexicana em La Paz (foto) por militares há várias semanas", desde que o México recebeu Evo Morales forçado a demitir-se da presidência, a 10 do mês transato.

México queixa-se ao TPI de cerco policial à embaixada e intimidação do  novo poder na Bolívia a diplomatas

Diplomatas e o governo mexicano queixam-se do "cerco" por largas dezenas de agentes postados no portão da embaixada, e que desde a segunda-feira, 23, chegou a noventa agentes.

O México considera essa presença permanente de forças da ordem uma transgressão da autonomia mexicana sobre o local e uma forma de intimidar o pessoal da embaixada, que deu asilo a quatro altos dirigentes da presidência de Morales.

O governo interino da Bolívia emitiu mandados de prisão para os referidos quatro membros do governo Morales, incluindo Quintana. Os mexicanos, por sua vez, afirmam que todos eles já tinham solicitado asilo e aguardam o salvo-conduto para deixar o país.

"Segundo o direito internacional, o que predomina e prevalece é o direito de asilo" que já havia sido concedido, declarou o MNE Marcelo Ebrard.

O presidente mexicano Andres Manuel Lopez Obrador, AMLO, tem expressado apoio ao "irmão" da Bolívia, que na sua perspetiva foi "vítima de um golpe de Estado".

Esta quinta-feira, Lopez Labrador voltou a condenar a atuação da presidente interina da Bolívia: "Nem mesmo Pinochet fez algo assim", disse comparando Jeanine Áñez ao ex-ditador chileno.

Evo Morales está refugiado na Argentina, desde 12 deste mês de dezembro — dia seguinte à tomada de posse do presidente de centro-esquerda (Argentina: Toma posse presidente Fernández com VPR Kirchner — Brasil de Bolsonaro a contragosto manda VPR Mourão, 11.12). Esteve cerca de um mês refugiado no México, depois de ter sido obrigado a demitir-se em 10 de novembro.

A presença de Morales em Buenos Aires, Argentina, está a ser apontada como uma estratégia para voltar ao poder. Mas o ex-presidente em conferência de imprensa na quinta-feira e rodeado de vários membros do seu gabinete, afirmou que não se recandidata e que vai apoiar "o candidato que melhor defenda a população indígena" contra a minoria governamental "fascista e racista" liderada pela vice-presidente do Senado e por inerência presidente interina.

"Milagre económico boliviano"

A Bolívia há mais de uma década, sob Morales, que cresce a uma média anual de 5% – muito superior à dos países do continente americano, Estados Unidos incluído.

O segredo é que apesar da crise global no preço das matérias-primas, que são a principal fonte de entrada de divisas, o governo boliviano conseguiu manter o ritmo de crescimento e foi cuidadoso em não desperdiçar o dinheiro que entrou após a nacionalização do gás e do petróleo em 2006.

Mas sobre esse crescimento graças às exportações de gás natural ao Brasil e à Argentina tem-se apontado o risco que é o estar ancorado a um só recurso, apesar dos esforços para diversificar a economia, com a venda de gasóleo, estanho e soja.

Fontes: DW.de/Washington Post/Times of Japan/Le Monde/Arquivos. Relacionado: México: Evo Morales obrigado a deixar presidência da Bolívia já está no exílio, 12.nov.019; Bolívia: Morales demite-se sob pressão do Exército, 11.nov.019; Bolívia: Morales obtém maioria com mais 10% que Mesa na eleição presidencial, mas EUA e EU pedem 2ª volta, 26.out.019; Evo Morales anuncia greve de fome para aprovar lei eleitoral na Bolívia, 10.abr.009. Fotos: Dezenas de agentes postados no portão da embaixada do México na capital da Bolívia. Banner que dá as boas-vindas a Morales, forçado a deixar a presidência para evitar a continuação da violência que matou dezenas de bolivianos, foi acolhido no México. LS

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project