NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Mais um crime de sangue na Praia: Polícia Nacional detém suspeitos de homicídio a tiro em Safende 26 Maio 2020

A Polícia Nacional (PN) comunicou, esta segunda-feira, 25, a detenção, em flagrante delito, de dois irmãos suspeitos de um crime de homicídio ocorrido no domingo, por volta das 22:00, na localidade de Safende, na Cidade da Praia. A vitima é um homem que residia nesse bairro degradado da Praia, que foi atingido mortalmente por disparos de uma arma de fogo, que a polícia recuperou no local onde ocorreu esse crime de sangue.

Mais um crime de sangue na  Praia: Polícia Nacional detém suspeitos de homicídio a  tiro  em Safende

Em comunicado, a PN avançou que deteve os supostos homicidas através da Esquadra de Piquete, apoiada pelas esquadras da Fazenda e de Investigação e Combate ao Crime (ICC), minutos após o ocorrido, tendo também recuperado a suposta arma do crime. A vitima é um home que residia nesse meso bairro degrado da Praia, que foi atingido mortalmente por disparo de uma arma de fogo que a policia recuperou no local desse crime de sangue.

Os suspeitos, segundo a PN citado pela Inforpress, terão disparado mortalmente contra um indivíduo de sexo masculino e residente naquela localidade.

Revela a mesma fonte que a razão do crime poderá estar relacionada com uma disputa de namorada entre dois suspeitos e um ex-presidiário, amigo da vítima.

O crime, relatou a PN, aconteceu na zona de Safende, nos arredores da placa desportiva, quando a vítima, que se fazia acompanhado de um irmão do ex-presidiário, foram abordados pelos dois irmãos que, depois de uma troca de palavras, dispararam sobre eles com armas de fogo e, de seguida, puseram-se em fuga, atirando uma das armas dissimulada num casaco para dentro de um quintal.

Os supostos autores do crime, prossegue a PN citada pela Inforpress, não têm ficha naquela polícia. Já a vítima, relata, era conhecida da polícia, com passagens por roubos e brigas de grupo.

Segundo ainda a polícia, os suspeitos serão apresentados ao Ministério Público para o primeiro interrogatório e aplicação de medida de coacção dentro do prazo legalmente prescrito.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project