ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ministério Público de Cabo Verde investiga gestão de antiga administração da Emprofac 18 Agosto 2021

O Ministério Público cabo-verdiano informou hoje a abertura de instrução à gestão da antiga administração da Empresa Nacional de Produtos Farmacêuticos (Emprofac), por indícios dos crimes de infidelidade, peculato e defraudação de interesses patrimoniais públicos.

Ministério Público de Cabo Verde investiga gestão de antiga administração da Emprofac

Em comunicado citado pela Lusa, o Ministério Público informou que em 03 de agosto deu entrada na Procuradoria-Geral da República uma participação da Inspeção-Geral das Finanças (IGF), acompanhada do relatório do inquérito da gestão dos atos praticados pela antiga administração da Emprofac, SA, presidida por Fernando Gil Évora.

"Analisada a referida participação que relata factos, por ora, indiciados de ilícitos criminais, nomeadamente, os crimes de infidelidade, peculato e defraudação de interesses patrimoniais públicos, previstos e punidos pela legislação penal nacional, o Ministério Público determinou a abertura de instrução", prosseguiu a mesma fonte.

A Procuradoria-Geral da República referiu que a investigação corre termos na Procuradoria da Comarca da Praia, em segredo de justiça.

Detida integralmente pelo Estado, a Emprofac está na lista de empresas a privatizar, juntamente com as do setor dos aeroportos e eletricidade, entre outras.

A Inspeção-Geral de Finanças adiantou, em 22 de julho, que desencadeou uma ação de inquérito sobre atos de gestão praticados pela anterior administração da Emprofac, entre 2017 e 2019, a qual foi concluída em fevereiro 2020, conclui a Lusa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project