Cultura

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ministério do Educação lança Prémio de Ficção Científica João Vário para jovens pré-universitários 09 Novembro 2022

O Ministério da Educação lançou o Prémio de Ficção Científica João Vário com o objectivo de promover acções que fomentam a curiosidade científica e tecnológica entre os jovens pré-universitários, anunciou hoje a secretária de Estado do Ensino Superior.

Ministério do Educação lança Prémio de Ficção Científica João Vário para jovens pré-universitários

Eurídice Monteiro, que falava em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, sobre o lançamento da 2ª edição dos Prémios Científicos 2023, explicou que a ideia visa distinguir e reconhecer também o trabalho do cientista, investigador e escritor cabo-verdiano João Vário, reconhecido a nível internacional.

Segundo a governante, a premiação, que está inserida na 2ª edição dos Prémios Científicos 2023, constitui um “bom incentivo” para jovens do 11º e 12º ano de escolaridade com curiosidade científica e dinâmica na área da ciência e da literatura.

Adiantou que as candidaturas contemplam textos inéditos de ficção científica com dez a 20 páginas para jovens pré-universitários de qualquer nacionalidade inscritos nas escolas secundárias públicas e privadas.

Os trabalhos podem ser apresentados em língua portuguesa, inglesa, italiana, francesa, espanhola ou cabo-verdiana.

A governante avançou que o valor global do prémio é de 50 mil escudos para o primeiro classificado, 30 mil escudos para o segundo lugar e 20 mil escudos para o terceiro classificado.

Os vencedores serão conhecidos no Dia Mundial do Livro, a 23 de Abril de 2023, e os textos serão publicados na versão e-book.

Os trabalhos, segundo Eurídice Monteiro, podem ser enviados por correio electrónico até o dia 31 de Dezembro deste ano.

Por outro lado, disse que a 2ª edição dos Prémios Científicos 2023 contempla o Prémio Cabo Verde Global Scientific Prize (GSP), o Prémio Cabo Verde Prize for Girls and Women in ICT (PGW) e o Prémio Cabo Verde Prize for Young Scientists (PYS) e visa promover e divulgação da ciência e fomentar a cultura de investigação no campo académico e científico no País.

Entretanto, explicou que o Prémio Cabo Verde Global Scientific Prize (GSP) destina-se a projectos de investigação liderados por investigadores cabo-verdianos no País e na Diáspora, o Cabo Verde Prize for Young Scientists (PYS) para teses de doutoramento de investigadores cabo-verdianos no País e na diáspora com idade não superior a 35 anos.

Acrescentou que o prémio Cabo Verde Prize for Girls and Women in ICT (PGW) destina-se a teses de mestrados e doutoramento de meninas e mulheres cabo-verdianas no País e na Diáspora nas áreas das TIC.

O valor global de cada prémio é de 1500 contos, sendo que 500 contos são destinados para o rendimento de propriedade intelectual, 500 para a promoção e divulgação dos resultados do projectos em Cabo Verde e a terceira parcela para a internacionalização do trabalho premiado.

Os trabalhos serão avaliados por investigadores residentes no País e na diáspora das diversas áreas de pesquisa com equilíbrio de gênero e geração.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project