LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Missionário brasileiro Cláudio Pinheiro terá desviado $biliões em Angola 30 Setembro 2018

O presidente da Igreja Messiânica Mundial África (IMMA) em Angola é suspeito de ter desviado mais de dois biliões de kuanzas, quase 650 milhões CVE. A imprensa angolana noticia este sábado, 29, que a organização religiosa convocou um congresso extraordinário para destituir o missionário brasileiro Cláudio Pinheiro.

Missionário brasileiro Cláudio Pinheiro terá desviado $biliões em Angola

A reportagem do diário luandino O País cita uma fonte da IMMA segundo a qual o cidadão brasileiro Cláudio Pinheiro, que desde 2009 dirige o ramo africano da igreja, terá desviado mais de dois biliões de Kwanzas, c. de 650 mil contos.

O avultado montante resulta das colectas das seis regiões eclesiásticas da IMMA-Igreja Messiânica Mundial África durante os novos anos em que o missionário brasileiro assumiu a direção da igreja (fundada nos anos trinta no Japão, donde foi levada para o Brasil).

A sede da IMMA-África ficou na África do Sul, por decisão da presidência brasileira. Esta é mais uma questão que tem sido motivo de dissenso entre os missionários e que está a ser tratada pela recém-formada ’Comissão de Salvação da Igreja Messiânica em Angola’. Os seus onze membros têm ainda a missão de analisar todas as acusações contra Cláudio Pinheiro, que vão desde má gestão a racismo e subestimação de pastores e missionários nacionais.

O conclave extraordinário elegerá o novo responsável máximo da igreja em Angola, anuncia a imprensa sem esclarecer se haverá ou não separação em relação à IMMA na África do Sul.

https://opais.co.ao/.../igreja-messianica-missionario-brasileiro-acusado-de-desviar-dois.. Foto: Ao centro, Cláudio Pinheiro, presidente da IMMA-África, sediada na África do Sul.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project