LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Moçambique: 50 pessoas decapitadas pelos Radicais islâmicos 10 Novembro 2020

Um campo de futebol, em Moçambique, foi transformado num local de execução, onde pelo menos meia centena de corpos humanos foram decapitados e desmembrados.

Moçambique: 50 pessoas decapitadas pelos Radicais islâmicos

Mais de 50 pessoas foram decapitadas e desmembrados, no Norte de Moçambique, por um grupo de radicais islâmicos, segundo avança a BBC. Os militantes radicais transformaram um campo de futebol num local de execução.

Esses confrontos têm acontecido na província de Cabo Delgado, rica em gás desde 2017. Mais de duas mil pessoas foram mortas e 430 mil ficaram sem casa na sequência de diversos conflitos naquela província de maioria muçulmana.

Os radicais estão ligados ao Daesh e exploram a pobreza e o desemprego para recrutar novos militantes para estabelecer o domínio daquela região africana.

Os homens armados dispararam e incendiaram casas na aldeia de Nanjaba na passada sexta-feira. Duas pessoas foram decapitadas e várias mulheres sequestradas.

O Governo de Moçambique já pediu ajuda internacional para ligar com o problema e conter os violentos ataques que têm sido levados a cabo ao longo dos últimos tempos, concluiu a BBC.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project