LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Moçambique: Dois mortos e oito feridos em novos ataques no centro do país 21 Setembro 2020

Homens armados atacaram vários autocarros de passageiros na Estrada Nacional 1 entre a Gorongosa e Nhamatanda, na província de Sofala, na manhã deste domingo, avança a imprensa moçambicana.

Moçambique: Dois mortos e oito feridos em novos ataques no centro do país

Dois mortos e oito feridos, um dele em estado grave, é o balanço de novos ataques no centro de Moçambique, na manhã deste domingo (20.09), escreve o jornal O País citado pela Lusa. As emboscadas visaram vários autocarros de passageiros que seguiam na Estrada Nacional 1 (EN1), escoltados pela Polícia da República de Moçambique (PRM). As viaturas tinham partido da Beira e Maputo com destino a Nampula e Quelimane.

Sobreviventes citados pelo País afirmam que os atacantes estavam escondidos numa mata junto à ponte sobre o rio Púnguè quando dispararam vários tiros contra os autocarros. Os feridos foram encaminhados para o Centro de Saúde de Gorongosa.

A PRM remete detalhes para um pronunciamento oficial, na segunda-feira.

Segundo incidente no espaço de uma semana

Segundo lembra a Lusa, este é o segundo incidente do género no centro de Moçambique, esta semana, depois de dois ataques armados contra autocarros de passageiros na quinta-feira, que resultaram em sete feridos, junto à Estrada Nacional 1 (EN1), principal ligação do sul e norte de Moçambique.

No primeiro ataque, dois autocarros das transportadoras Nagi Investiment e City Link foram "metralhados" num perfil lateral por um grupo armado no início da manhã, próximo da ponte sobre o rio Púnguè, na zona limítrofe entre os distritos de Nhamatanda e Gorongosa. Sete pessoas ficaram feridas, três delas com gravidade. Os dois autocarros tinham partido da cidade da Beira (Sofala) com destino à cidade de Quelimane (Zambézia).

No segundo ataque, um outro autocarro de passageiros, que seguia da Beira (centro) para Maputo (sul) foi emboscado por um grupo armado no troço Save-Muxúnguè, sem causar vítimas.

A polícia de Sofala, que confirmou os dois ataques, garantiu que, após o envio de um contingente das Forças de Defesa e Segurança (FDS), foi reposta a circulação rodoviária naqueles dois troços da EN1, com um histórico de ataques e emboscadas a viaturas no centro de Moçambique, refere a fonte deste jornal.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project