LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Moçambique vai importar mais de um milhão de vacinas contra febre aftosa 23 Agosto 2022

O Governo moçambicano vai importar mais de um milhão de vacinas contra a febre aftosa para responder aos surtos já confirmados em alguns distritos no centro do país, anunciou fonte oficial.

Moçambique vai importar mais de um milhão de vacinas contra febre aftosa

“Estamos a adquirir um milhão de vacinas no Botsuana, em resposta à eclosão da doença, que até agora continua circunscrita a alguns distritos da província de Tete [centro de Moçambique]. Esperamos que cheguem em alguns dias”, explicou o diretor nacional de Desenvolvimento Pecuário, Américo da Conceição, citado hoje pelo diário Notícias.

Segundo escreve Lusa, As autoridades moçambicanas pretendem administrar as vacinas em cerca de 500 mil bovinos em áreas de risco, numa altura em que os países da África Austral enfrentam um surto da “estirpe O” da febre aftosa, referiu Américo da Conceição.

A operação está orçada num total de cinco milhões de dólares (4,9 milhões de euros) proveniente do Orçamento do Estado e ocorre num momento em que países vizinhos de Moçambique sentem o impacto do surto, como é o caso da África do Sul, que decidiu recentemente interditar a movimentação de animais em todo território por 21 dias.

A febre aftosa é uma doença altamente contagiosa para os ruminantes e suínos, causada por sete serótipos do vírus do género "Aphtovirus".

A febre afeta a produção animal, mas não tem repercussões na saúde pública e é endémica em vários pontos do mundo, nomeadamente no Médio Oriente, África, Ásia e América Central e do Sul, cita a mesma fonte.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project