MÚSICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Morreu Djô, ex vocalista dos Black Power e África Star 15 Fevereiro 2021

José Fernandes, popularmente conhecido por Djô, morreu na noite deste sábado para domingo, em Lisboa, Portugal, vítima de complicações respiratórias. Foi uma das mais destacadas vozes da onda musical cabo-verdiana dos anos 80.

Morreu Djô, ex vocalista dos Black Power e África Star

Natural de São Vicente , Djô iniciou a sua carreira na música nos Salesianos, de onde surgiram alguns dos mais conhecidos artistas cabo-verdianos. Integrou o grupo musical de Nhô Knik, pai do artista Tito Paris, e gravou o seu primeiro disco com o renomado Luís Morais. Juntamente com Norberto Tavares, Djô integrou ainda o grupo musical Black Power, e mais tarde o África Star, antes de se lançar numa carreira a solo.

De acordo com o jornalista Valdir Alves, citado pelo A Nação, nos últimos tempos, o produtor Zé Orlando estaria a preparar uma homenagem ao cantor, que acabou por não se concretizar devido à pandemia.

“Djô passou uma temporada nos EUA onde fez muita amizade e fez o público recordar os bons velhos tempos de uma época musical marcada pelo Tulipa Negra, a nova geração do Voz de Cabo Verde, os Apolos e outros grupos que animavam as noites de Lisboa e cujos LP’s chegavam até nós”, recordou.

O artista Nando da Cruz, na sua página do Facebook, também se mostrou bastante sensibilizado com esta perda para a música cabo-verdiana. “Estou muito triste e muito magoado com a notícia do falecimento do meu ídolo, o cantor Djô de África Star. Eu sempre tive um sonho de realizar um show para o Djô em Cabo Verde e eu ia realizar esse sonho se tivesse tido apoio”, declarou o artista, conforme escreve o A Nação.

A cultura cabo-verdiana tornou-se assim, mais pobre com o desaparecimento físico, de Djô, que residia em Portugal e que fez a carreira na Europa, sobretudo junto da comunidade emigrante de Cabo Verde.

Cabo Verde perde assim mais um ídolo da música das ilhas, que deixará certamente saudade nos fãs das músicas dos anos 80 que animavam as pistas de dança.

À família enlutada, a equipa do Asemanaoline endereça as mais sentidas condolências. Repouse em paz, José Fernandes (Djô)!

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project