MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Morta desde 2019 em casa só hoje souberam no prédio — Polícia chamada disse que "pode estar fora devido à pandemia" 22 Fevereiro 2022

Os moradores do prédio queixaram-se do mau-cheiro que vinha do apartamento habitado por uma mulher de 59 anos. A polícia chamada decidiu não forçar a porta, porque "a inquikna pode estar fora devido à pandemia".

Decorridos mais de dois anos e com a situação a ficar insustentável no prédio do bairro Peckham, no sul de Londres , a polícia teve de forçar a porta. Encontraram os restos mortais da moradora "basicamente, um esqueleto", relatou uma jovem que ocupa o apartamento mais próximo.

“Voltei de uma viagem ao estrangeiro em setembro ou outubro de 2019 quando notei um cheiro horrível no prédio". O cheiro era tão fétido que foi obrigada a "colocar uma toalha por baixo da porta", referiu esta jovem inquilina a quem as autoridades "pediram para confirmar a etnia".

Foi em outubro de 2019 que a administração do prédio chamou a polícia, após a constatação do mau cheiro procedente do apartamento. Mais um caso que ilustra tristemente que a solidão entre a multidão é uma realidade cada vez mais presente nas grandes cidades, onde, quantas vezes, ninguém dá a saudação ao vizinho com quem partilha a entrada da casa, o elevador.

Fontes: BBC/The Independent.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project