SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Mosteiros: Câmara recorre a empréstimo para financiar retoma de obras de arruamentos e requalificação 22 Outubro 2021

A câmara dos Mosteiros recorreu a empréstimo bancário para financiar a retoma de obras de arruamento iniciadas em 2020, e que estavam paradas devido a falta de transferência de verbas do Programa de Reabilitação, Requalificação e Acessibilidades (PRRA).

Mosteiros: Câmara recorre a empréstimo para financiar retoma de obras de arruamentos e requalificação

A informação foi publicada na página oficial da Câmara Municipal dos Mosteiros, conforme escreve Inforpress, que indicou ainda que neste momento a autarquia tem frentes de trabalho activas nas zonas de Mosteiros Trás, Queimada Guincho e Relva, estando programado para os próximos dias abertura de frentes de trabalho noutras localidades.

Na comunidade de Mosteiros Trás, o investimento ronda os quatro mil contos e está sendo aplicado nos trabalhos de requalificação urbana de Casa Cutelo, em Queimada Guincho.

O valor de investimento gira à volta de três mil contos, aplicado na conclusão da rua do jardim infantil local que também dá acesso a praça de Amadora, cuja obra está em fase de conclusão, cita Inforpress.

Na zona de Queimada de Cima (Relva) para a retoma das obras de requalificação urbana a câmara disponibilizou perto de dois mil contos.

No quadro do programa de habitação social “Nha kaza nha grandeza” (minha casa meu orgulho), que consta do Plano Estratégico Municipal de Desenvolvimento Sustentável do Município e do programa de governação para o mandato 2020/24, a câmara está a investir mais de 600 contos na construção/reabilitação de habitações para as famílias de baixa renda.

Neste momento, segundo a mesma fonte, estão em fase de execução duas habitações para igual número de famílias da localidade de Relva e outras três para famílias de Queimada Guincho, estando previsto o arranque de obras da construção de uma dezena de habitações em outras localidades para as famílias em condições habitacionais e financeiras deficitárias.

O programa visa duas finalidades, construção de habitações e reabilitação de moradias, visando reduzir o déficit habitacional no município, e melhorar a qualidade de vida de famílias contempladas, promovendo deste modo o desenvolvimento sustentável.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project