AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Movimento independente “Más Soncent” entrega processo no Tribunal de São Vicente 09 Setembro 2020

O movimento independente “Más Soncent”, liderado por Nelson Lopes, candidato à Câmara Municipal de São Vicente, entregou, hoje, o processo de candidatura no Tribunal da Comarca de São Vicente, com mais de mil assinaturas.

Movimento independente “Más Soncent” entrega processo no Tribunal de São Vicente

Em declarações à Inforpress, Nelson Lopes, que propõe Albertino Gonçalves como candidato a presidente da Assembleia Municipal, disse que “hoje é um dia histórico” para o movimento por conseguir oficializar a candidatura.

“Este é um passo fundamental para a candidatura do movimento Más Soncente porque conseguimos preparar e entregar toda a documentação necessária que a lei exige”, regozijou-se.

Segundo a mesma fonte, o candidato afirmou que o movimento conseguiu reunir mais de mil assinaturas, quando a lei exige apenas 500, pelo que considera que “não teve nenhuma dificuldade em constituir este processo”.

No entanto, queixa-se de algumas deliberações emanadas pela Comissão Nacional das Eleições (CNE) que, no seu entender, foram “propositadamente para condicionar a expansão do movimento Más Soncent”.

“Nós não somos um partido político, somos um movimento. Precisamos agora é de dar conhecimento da nossa existência, porque os outros partidos já têm 30 anos ou 45 e nós aparecemos agora. Mas a CNE acha que o movimento não pode se reunir nem contactar as pessoas”, revelou Nelson Lopes, para quem, sem essas acções é impossível divulgar a candidatura ao eleitorado.

Segundo Nelson Lopes, a sua lista “apresenta um equilíbrio” entre homens e mulheres e tem 90 por cento (%) de jovens.

“Não é só por causa da questão da paridade. O que, realmente, queremos é o equilíbrio porque temos confiança na nossa mulher cabo-verdiana que quando faz, faz bem. Neste sentido, temos mulheres, homens e 90% de jovens”, sintetizou Nelson Lopes, dizendo-se confiante na conquista do eleitorado.

Nas autárquicas de 2016, em São Vicente, concorreram Augusto Neves, pelo MpD, que alcançou a maioria absoluta na câmara e 48,97% dos votos, António Monteiro (UCID), que conseguiu 28,28%, e Alcides Graça (PAICV), que não foi além dos 20,75%.

Para as eleições do dia 25 de Outubro, em São Vicente estão inscritos, provisoriamente, nos cadernos de recenseamento, 53.285 eleitores, dos quais 179 são cidadãos estrangeiros. Em 2016 o número de inscritos foi de 51.802, dos quais apenas 26.935 votaram.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project