POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

MpD acusa PAICV de estar à procura de palco político para “atacar” o Governo 19 Janeiro 2023

O Movimento para a Democracia (MpD) acusou hoje o PAICV de estar à procura de palco político, tentando tirar proveito para “atacar” o Governo, isto na sequência das afirmações da oposição sobre a gestão da água das barragens.

MpD acusa PAICV de estar à procura de palco político para “atacar” o Governo

Em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, a deputada e membro da Direcção Nacional do MpD, Anilda Tavares, reagiu às afirmações proferidas pela deputada do maior partido da oposição, dizendo que ficou bem patente que o PAICV anda “à procura de palco político”.

É que o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), através da sua deputada Carla Carvalho, acusou o Governo de ter um “silencioso desprezo” pelo mundo rural e de ter abandonado as famílias do campo à sua sorte, alertando sobre a urgente necessidade de investimento no sistema de gestão das barragens visando a otimização do uso da água armazenada.

“Ficou bem patente que o PAICV anda à procura de palco político, tentando tirar proveito político para atacar o Governo e tirar proveito político de um acontecimento natural, que é o ressurgimento de uma nascente na Ribeira de Flamengos”, criticou.

Na sua declaração, a deputada afirmou que é preciso esclarecer que a água retida pela barragem saiu de uma nascente que ressurgiu na Ribeira de Flamengos pelo facto de ter chovido bem em 2022 nas zonas altas em Santa Catarina e São Miguel e de ter havido boa infiltração.

“Trata-se de um fenómeno natural que, segundo técnicos, acontece noutras paragens. É um bom acontecimento e o MpD regozija-se com este facto e felicita os agricultores pela oportunidade de aproveitamento dessa água”, disse.

Assim sendo, Anilda Tavares declarou que o PAICV apressou-se em vir tentar demonstrar a utilidade da infraestrutura, esquecendo-se de se referir que a mesma barragem esteve sem água desde a sua finalização em 2016.

Criticou ainda o facto de o PAICV insistir em vangloriar-se de ter deixado as barragens como infraestruturas importantes para a resolução da problemática da água de rega em Cabo Verde, mas a seu ver, ignora e quer que as pessoas desconsiderem, as irresponsabilidades e falhas associadas à construção de duas barragens, da Banca Furada e de Salineiro.

Segundo Anilda Tavares, este partido insiste em repetir o slogan de propaganda “abandono do mundo do mundo rural por este Governo”, desejando que assim fosse ou tentando criar esta perceção nas pessoas, mas lembra os vários benefícios constatados ‘in loco’ por esta população.

De entre eles, destaca as estradas de penetração construídas no meio rural em todos os concelhos, os projectos hidroagrícolas de mobilização de água com energia fotovoltaica na maior parte dos concelhos, dos investimentos na dessalinização de água e extensão de redes, bem como dos incentivos vários à produção agrícola e pecuária.

Por isso, afirmou que se está perante um partido “à procura de palco político” para afirmações falaciosas, ignorando propositadamente factos, com o único intuito de simplesmente desgastar o Governo”. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project