MÚSICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Música: Novo álbum de Elida Almeida disponível em Outubro 06 Junho 2020

O novo álbum da artista Elida Almeida, inicialmente previsto para ser lançado no passado mês de Abril, é divulgado em Outubro e traz 12 cancões inéditas e um regravado.

Música:  Novo álbum de Elida Almeida disponível em Outubro

A informação foi avançada hoje à Inforpress pela própria artista, que informou que o seu terceiro trabalho discográfico e os respectivos videoclipes estão prontos desde Fevereiro, mas devido à pandemia do novo coronavírus teve de adiar o seu lançamento.

A artista já tinha confirmado shows de lançamento em Paris (França), na Assembleia Nacional, na Cidade da Praia, uma tournée pela Inglaterra, Portugal, Moçambique, Marrocos e Japão, mas todos foram cancelados.

Segundo Elida Almeida, da sua agenda de shows apenas não foi cancelado o concerto de Outubro, na Polónia.

Elida Almeida não avançou o nome do seu novo trabalho, por considerar que “ainda é cedo”, mas disse que este novo disco é “mais maduro”, por isso está ansiosa para o mostrar aos seus fãs quando as condições voltarem à normalidade.

“A covid-19 acabou por atrapalhar tudo. Eu estava muito ansiosa para mostrar às pessoas esse novo trabalho que está mais maduro, porque quando mais cantamos mais estrada fazemos, mais maduros ficamos, até nas actuações no palco”, revelou.

Segundo a artista, este álbum vai trazer temas pertinentes que falam de flagelos sociais, dos problemas do dia-a-dia, da sua relação com a família, entre outros assuntos.

Elida Almeida espera que sejam encontradas soluções para este vírus pois a indústria cultural está a ser muito afectada com toda esta situação.

“A indústria cultura é dos últimos que vai ser levantada. Vimos que tudo enquanto já abriu, mas ainda assim não começamos a ter música, que é uma das áreas que junta mais pessoas, e nós não queremos ter mais um surto, por isso vamos respeitar o conselho da OMS e das autoridades”, disse, afirmado que assim que foram autorizadas as aglomerações de pessoas vão reprogramar os seus espectáculos de lançamento.

Durante este período de confinamento a artista realizou vários ‘lives’ (directos) a partir da sua casa, e no dia 29 de Maio participou em mais um que ela considerou “diferente” porque foi “quase uma volta ao palco” e teve a produção de Prisma Vídeo, Mário Som, Russo, Harmonia e CV Móvel.

A cantora vive actualmente em Portugal, mas com o encerramento dos voos internacionais ficou retida em Cabo Verde, onde devia participar no festival da Praia Baixo.

Natural de Santa Cruz (Santiago), Elida Almeida começou a dar os primeiros passos na música quando ganhou o concurso “Talento Djarmai”, numa altura em que vivia na ilha do Maio.

Em 2015, Elida Almeida lançou o seu primeiro trabalho discográfico “Ora doci ora margos” e em Março de 2017 lançou o EP “Djunta Kudjer” com seis temas.

Dois anos depois de “Ora doci ora margos” a artista lançou o seu segundo trabalho, intitulado “kebrada”, composto por 12 temas.

Elida Almeida venceu em 2015 o prémio de artista revelação na gala dos Cabo Verde Music Awards 2015 (CVMA) e no mesmo ano foi consagrada com o Prémio Descobertas da RFI 2015, que lhe permitiu descobrir o mundo após trinta concertos em toda a África, na primavera de 2016.

“Txika”, “Di Mi Ku Di Bo”, “É Zonban” feat Djodje, “Final Feliz” feat Hélio Batalha”, são alguns singles gravados pela artista durante a sua carreira. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project