NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Música é proibida: talibãs executam cantor tradicional 01 Setembro 2021

A execução do músico Fawad Andarabi na sexta-feira, 27, anunciada esta semana nos principais ’media’ internacionais presentes no Afeganistão, está a ser interpretada como um aviso claro sobre a proibição da música (não-religiosa) no país. Entretanto, o dirigente talibã Zabiullah Mujahid, o porta-voz do poder regressado vinte anos depois da invasão dos Estados Unidos, disse ao ’New York Times’: "A música é proibida no Islão" e esperam "com persuasão", "não com pressão" levar o povo a seguir a "lei".

Música é proibida: talibãs executam cantor tradicional

Segundo a Associated Press, Fawad — que nas palavras de Jawad "tocava e cantava para divertir as pessoas"— "foi baleado na cabeça", por soldados que entraram na quinta da família no vale de Andarab, a c. 200 km a norte de Cabul.

Jawad, o filho do músico, relatou à AP que dias antes Fawad fora visitado pelo novo dirigente talibã da região. "Uma visita de cortesia em que os dois beberam chá juntos", afirmou. Daí a total surpresa com esta morte "brutal", "incompreensível".

A CNN no local noticia que o ex-ministro da Administração Interna, Massoud Andarabi — com o mesmo sobrenome da vítima, por serem da mesma região — falou publicamente sobre a morte.

"A brutalidade dos talibãs continua em Andarab. Hoje mataram brutalmente o cantor folclórico Fawad Andarabi, que só queria trazer alegria a este vale e este povo. Ele cantou "o nosso belo vale... terra dos nossos antepassados..." e nós não vamos submeter-nos à brutalidade dos talibãs", lê-se no Twitter de Massoud Andarabi citado pela CNN.

Nações Unidas

A Relatora Especial da ONU para os Direitos Culturais, Karima Bennoune, e o Embaixador da Boa Vontade da Unesco para a Liberdade Artística, Deeyah Khan, expressaram "grande preocupação" com a morte de Fawad Andarabi.

"Na qualidade de Relatora Especial da ONU para os Direitos Culturais venho com o Embaixador da Boa Vontade da Unesco para a Liberdade Artística, Deeyah Khan, expressar grande preocupação com as notícias da terrível morte do cantor Fawad Andarabi".

"Pedimos aos governos que exijam aos talibãs o respeito pelos direitos humanos dos artistas, escreveu Bennoune no Twitter no sábado.

Música na última região que resiste

O vale de Andarab é vizinho do Vale do Panjshir, a c.170 km a norte da capital afegã. Panjshir é a última região que ainda resiste ao novo poder e onde ocorrem constantes ofensivas pelas milícias da Aliança do Norte. Esses confrontos parece que estão a envolver distritos vizinhos como o Andarab.
...
Fontes: AP/CNN/NY Post/Hindustani Times/... Foto (AP):Fawad Andarabi, sentado a tocar o alaúde canta "o nosso belo vale... terra dos nossos antepassados...".

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project