INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Nepal: Supremo manda reinstalar parlamento cuja dissolução PM exigiu — Oli recusa deixar governo dividido 26 Fevereiro 2021

O Supremo Tribunal de Justiça do Nepal deu, esta quinta-feira, ordem para que o parlamento nacional volte a funcionar, dois meses depois da sua dissolução pedida pelo primeiro-ministro. Pelo meio, o partido do governo dividiu-se em dois: os pró- e os contra- Sharma Oli que em 23 de janeiro foi expulso do PCN-Partido Comunista Nepalês.

Nepal: Supremo manda reinstalar parlamento cuja dissolução PM exigiu — Oli recusa deixar governo dividido

O primeiro-ministro tem vindo a resistir, desde o dia em que saiu a ordem do Supremo Tribunal, acompanhada da indicação para a primeira sessão ter lugar no prazo de 13 dias.

Sharma Oli desafia cumprir a lei, como lhe ordena o Supremo que justificou ser a reinstituição do parlamentar condição sine qua non para que o país dos Himalaias volte a funcionar em conformidade com a Constituição.

Foi em 20 de dezembro que o primeiro-ministro, Oli, obteve do presidente a homologação necessária para a destituição da casa parlamentar nacional.

Nos dois dias seguintes, um total de doze petições entraram no Supremo a pedir a reinstalação da casa representativa da democracia. A todas o Supremo disse não.

Só agora, ao fim de dois meses turbulentos que ameaçam a nação himalaiana, o órgão supremo da Justiça se pronuncia favoravelmente pelo regresso à normalidade democrática.

Fontes: Times of India. Fotos (AP):

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs