INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Nicolás Maduro no balanço de domingo denuncia injustiça do caso Saab e apela: "Se todos usarmos máscaras, em 8 semanas vencemos a Covid-19!" 21 Julho 2020

Foi com "uma especial saudação às meninas e meninos pelo Dia da Criança", este 27 de julho, que abriu a habitual reunião da Comissão Presidencial em que o presidente faz na noite de domingo o balanço da ação contra a Covid-19 na Venezuela.

Nicolás Maduro no balanço de domingo denuncia injustiça do caso Saab e apela:

O presidente reunido com a vice-presidente, o coordenador da Prevenção para o Controlo da Covid-19, a alcaidesa de Caracas e o ministro da Saúde, fez — além da saudação às crianças para quem pede "a benção do Céu" — uma homenagem à Nicarágua pelos "41 anos da revolução sandinista, iniciada tinha eu 16 anos".

Maduro congratulou-se com os resultados da luta empreendida no país, que se distingue, segundo os dados da OMS, por uma taxa de letalidade baixa, de 4. Recorde-se que os Estados Unidos e o Brasil têm 432 e 371 respetivamente na taxa de morte por milhão de habitantes.

O presidente venezuelano afirmou: "Se todos usarmos máscaras, em 8 semanas vencemos a Covid-19!" e agradeceu a Cuba "o envio de medicamentos que têm sido muito úteis" na recuperação dos doentes do coronavírus.

Quanto aos Estados Unidos, voltou a reiterar "os ataques injustos" contra quem na qualidade de agente da Venezuela tem a missão de obter "alimentos, medicamentos e outros bens de cariz humanitário", no âmbito da crise pandémica em curso. Uma clara referência à detenção de Alex Saab há um mês no Sal.

Fontes: Facebook de Nicolás Maduro. Relacionado: Venezuela pede a Cabo Verde para libertar Saab — Na lista Interpol por crimes, alegado "testa de ferro de Nicolás Maduro", 14.jun.020.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project