INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Nigéria: 19 mortos e 70 feridos em mais um atentado kamikaze do Boko Haram 17 Fevereiro 2018

Nigéria: 19 mortos e 70 feridos em mais um atentado kamikaze do Boko Haram

"Temos dezanove mortos e uns setenta feridos, vinte e dois estão em estado muito grave", anunciaram os dois responsáveis da segurança Barbakura Kolo e Musa Ari.

As duas primeiras explosões deram-se no interior do mercado de peixe de Tashan Kifi e quatro minutos depois, no exterior do mercado, o terceiro bombista acionou o colete de explosivos.

"Não tenho nenhuma dúvida de quem está por trás disso: o Boko Haram já por diversas vezes atacou Konduga", disse Kolo.

20 mil mortos, mais de 2,6 milhões de deslocados e vitórias pírricas do exército contra o Boko Haram

O atentado desta sexta-feira acontece apenas duas semanas após o atentado de 31 de janeiro, quando duas mulheres acionaram o seu colete de explosivos, na aldeia de Mandarari, a poucos quilómetros de Konduga.

Desde o surgimento do movimento djihadista Boko Haram, em 2009, contabilizam-se mais de vinte mil mortos e mais de dois milhões de deslocados, nas regiões do Estado de Borno, na fronteira Nigéria-Camarões.

O combate que o exército tem levado a cabo fez recuar o Boko Haram para as zonas rurais. Mas, com isso, as aldeias passaram a alvo de ataques três, quatro vezes por ano e que parece estarem a aumentar: somam-se já quatro atentados neste início de 2018.

O exército tem sido apontado também como responsável por muitas mortes, quando invade aldeias em busca de djihadistas, como aconteceu no massacre de Baga em fevereiro de 2014.

276 adolescentes raptadas

A campanha internacional que mobilizou figuras mediáticas (Michelle Obama e Valerie Trierweiler, então primeiras-damas dos Estados Unidos, e de França, Madonna, a Nobel da Paz Malala Yousufzai ...) ainda não conseguiu trazer de volta as 276 meninas que, em abril de 2014, foram levadas da escola por terroristas do Boko Haram. Até ao momento as 53 regressadas, que conseguiram escapar aos seus carrascos, tê-lo-ão feito pelos seus próprios meios.

Fontes: Agências. Foto: ’Sahara Reporter’ que dá conta de que o exército da Nigéria anunciara, na véspera do atentado, uma recompensa de 3 milhões de naira (738.267$00 CVE) a quem der informações credíveis sobre o paradeiro de Abubakar Shekau, líder do Boko Haram.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert

Newsletter

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project