AUTÁRQUICAS 2020

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Sâo Filipe: PAICV apela aos munícipes para denunciarem « tentativas de compra de consciência», MpD e UCID divulgam plataforma eleitoral 22 Outubro 2020

No dia em que a Comissão Nacional de Eleições (CNE) através da deliberação 91/eleições municipais/2020 de 19 de Outubro ordenou a Câmara de São Filipe (Fogo) a suspender de imediato os alegados atos de distribuição de materiais a particulares, a candidatura do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) apelou aos munícipes para « denunciarem quaisquer tentativas de compra de consciência e votarem de forma consciente». Já o MpD e a UCID recentram, nesta reta final da campanha, na divulgação das suas respetivas plataformas eleitorais.

Sâo Filipe: PAICV apela aos munícipes para denunciarem « tentativas de compra de consciência»,  MpD e  UCID divulgam  plataforma eleitoral

Em declarações ao Asemanaonline, o candidato do PAICV à Câmara, Nuías Silva, destacou a “onda de vitória imparável que se regista neste momento”, contando «com pessoas de todos os quadrantes políticos que estão a mobilizar-se para pôr cobro às tentativas de compra da dignidade das pessoas, através de distribuição diária de materiais de construção de forma descarada».

Silva indicou que a própria Comissão Nacional das Eleições (CNE) deliberou para que a câmara suspendesse a distribuição de donativos a particulares «que mais não são do que tentativas de compra de consciência», tendo a referida instituição apelado à Polícia Nacional para fiscalizar estas práticas.

Para a candidatura do PAICV, «esta prática é sinal evidente de desespero de quem está sem ideias, projetos e que não consegue mobilizar os munícipes, utilizando assim práticas ilícitas para reverter a verdade eleitoral, não obstante ter contado com a visita de todos os membros do Governo, do Parlamento e do partido», para reforçá-lo perante sinais claros de que está a enfrentar um adversário muito forte e com ideias.

Já mais concentrada em divulgar a sua plataforma eleitoral, a candidatura da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) defende a construção de um cais de pesca a sério com todas as condições de segurança, já que o existente não garante a segurança aos pescadores. A construção de arrasto dos botes, espaço adequado e seguro para depósito dos seus equipamentos e materiais de pesca, a instalação de unidade de produção de gelo, a fixação de arrastadores, a construção de um espaço social para peixeiras e suas crianças, bem como a disponibilização de kits de apoio para comercialização do pescado com segurança e qualidade de higiene são outras propostas da UCID para o sector pesqueiro. Isto sem contar com a construção da embarcação de média dimensão para dar suporte às embarcações de menor dimensão.

Por sua vez, a candidatura do Movimento para a Democracia (MpD) aposta em dotar todas as casas com instalações sanitárias, ligação domiciliária de água e energia, projecto que se insere no programa de habitação condigna para a população.
Para o efeito, o cadastro das casas que carecem dessas infra-estruturas foi já realizado e a equipa que vai implementar o processo de reabilitação está também definida.

Outra proposta avançada pelo candidato Jorge Nogueira é dar continuidade à formação profissional, devendo todos os jovens deslocarem-se ao Centro de Emprego para fazerem o cadastro e escolher o curso que pretende e que a câmara vai suportar o pagamento da propina e o transporte para a frequência às aulas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project