LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Nobel da Paz para 2 ong russa e ucraniana e prisioneiro político bielorrusso — Bialiatski é um "devoto da democracia" 07 Outubro 2022

Em Oslo, o presidente do júri do comité do Nobel da Paz anunciou esta sexta-feira a atribuição do prémio a Ales Bialiatski, de 60 anos, e a duas organizações de direitos humanos, uma russa e outra ucraniana. O bielorrusso Bialiatsk desde os anos de 1990 "tem devotado a sua vida a promover a democracia no seu país natal".

Nobel da Paz para 2 ong russa e ucraniana e prisioneiro político bielorrusso — Bialiatski  é um

Ales Bialiatski "está preso sem culpa formada", é um prisioneiro político no seu país onde o presidente Alexander Lukashenko está no poder há mais de 30 anos, com a bênção de Moscovo — que Lukashenko retribui desde fevereiro com o acolhimento no seu território de militares que estão a fazer a guerra na Ucrânia.

Uma perenidade no poder mantida à custa da repressão: os protestos públicos pacíficos terminam em agressão pelas forças da ordem seguida de "detenções sem base legal", afirmam os opositores.

A atuação do Bialiatski, que fundou, em 1996, o centro de direitos humanos Viasna (Primavera) em defesa da democracia, foi crescendo sob a repressão. Hoje é um aclamado "defensor da democracia", estatuto que lhe valeu muitos prémios internacionais.

O Nobel da Paz vem coroar o estatuto do bielorrusso "defensor da democracia" e da paz. Um estatuto que partilha com Martin Luther King, Madre Teresa, Mandela, Obama...

Fontes: Nobel.org/AFP/... Relacionado: Bielorrússia: 1 ano após protestos de 9.ago.’20 Lukashenko oscilante anuncia "iminente saída" e "até 20 sucessores" — Moscovo de mão firme em Minsk, 09.ago.021.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project