INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Nobel da Química: Trio de premiados pela química bio-ortogonal e química-click — Um foi laureado em 2001 05 Outubro 2022

Em Estocolmo é o terceiro dia da semana dos prémios Nobel e é a vez da Química, com três galardoados: os americanos Karl Barry Sharpless e Carolyn R. Bertozzi e o dinamarquês Morten Peter Meldal. Os três cientistas distinguem-se pela inovadora química bio-ortogonal e pelo desenvolvimento da "química click", conceito este introduzido pelo primeiro, Barry, e que lhe valeu o Nobel de 2001.

Nobel da Química: Trio de premiados pela química  bio-ortogonal e química-click — Um foi laureado em 2001

Os dois novos domínios da química do século XXI estão no pódio com a atribuição esta quarta-feira 5, dos prémios Nobel ao residente na Califórnia Karl Barry Sharpless, de 81 anos, à professora da universidade de Stanford Carolyn R. Bertozzi, de 55 anos, e ao professor da universidade de Copenhaga Morten Peter Meldal, de 58 anos.

Carolyn R. Bertozzi: "Estou estupefacta e mal consigo respirar!"

A reação emotiva da inventora da química bio-ortogonal faz jus ao conceito por ela criado. É que o conceito de química bio-ortogonal tem na base a reação química iniciada em qualquer organismo vivo mas sem perturbar ou mudar a sua natureza química.

Carolyn R. Bertozzi assim que foi abordada exclamou: "Estou totalmente estupefacta. Estou aqui sentada e mal consigo respirar!".

É a oitava mulher a receber o Nobel da Química, cuja primeira recipiendiária foi Marie Curie, em 1911, e as duas mais recentes foram a francesa Emmanuelle Charpentier e a americana Jennifer Doudna Prémios Nobel 2021: Críticas à "ausência de diversidade" — Organocatálise faz Nobel da Química, 06.out.021.

Fontes: Nobel.org/DW.de/ Le Monde

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project