ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Novo director geral promete maior coerência e eficiência aos assuntos consulares e às questões relacionadas com as migrações 26 Janeiro 2023

O novo director geral dos Assuntos Consulares e Migrações, ora empossado, prometeu trabalhar para uma maior coerência e eficiência aos assuntos consulares e às questões relacionadas com as migrações, de acordo com a legislação nacional e internacional.

Novo director geral promete maior coerência e eficiência aos assuntos consulares e às questões relacionadas com as migrações

Diplomata de carreira, António Ramos, fez esta promessa à margem da cerimónia que lhe confere posse como director geral dos Assuntos Consulares e Migrações, ocasião que aproveitou para agradecer a confiança a ele depositada pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional.

“Aproveitamos para lhes garantir a nossa total dedicação às tarefas e conteúdos respeitantes ao cargo que ora assumimos, cumprindo escrupulosamente a lei orgânica do Ministério dos Negócios estrangeiros, cooperação e integração regional demais legislações atinentes, bem como as linhas orientadoras e problemáticas do Governo para com a sociedade cabo-verdiana”, disse.

Lembrou que esta lei tem por objectivo servir os cabo-verdianos, incluindo, a diáspora, através da execução de um conjunto de tarefas e políticas governamentais com vista a dar satisfação àqueles que procuram a instituição e os serviços por ela prestados.

Assim, define como prioridade das prioridades a adopção de um regulamento consular que visa a modernização da rede consular orientado para segmentos de actuação assentes na prestação de serviço público e na defesa de interesses económicos e culturais de Cabo Verde.

Mas entende António Ramos que só a lei e a intenção não chegam, defendendo, por isso, que é preciso aproveitar as tecnologias de informação na aplicação daquilo que preconizam.

“Enfrentamos hoje situações adversas em todo o mundo e em Cabo Verde, refiro à imigração ilegal, ao tráfico de seres humanos, e até a situações de escravidão em pleno século 21”, situações que, afiançou, a direcção geral de Assuntos Consulares e das Migrações pretende acautelar e trabalhar afincadamente a bem das comunidades e de Cabo Verde.

Por sua vez, o ministro Rui Figueiredo Soares felicitou o empossado, assegurando que o director já exerceu cargos de elevada responsabilidade, tanto nos serviços centrais como nos serviços externos.

No âmbito da sua missão, informou, o director geral deverá incumbir-se, nomeadamente, do acompanhamento das tendências migratórias, apoio às missões diplomáticas e consulares cabo-verdianas no exterior, bem como as missões diplomáticas e consulares acreditadas em Cabo Verde, estreita articulação e coordenação com outros departamentos governamentais e altas entidades nacionais sobre assuntos que dizem respeito às questões consulares e migrações.

“Reitero a nossa confiança, dizendo-lhe que do nosso lado estamos atentos para que as suas funções venham a ter os sucessos que todos almejamos em prol da diplomacia do nosso país”, afirmou.

De realçar que António do Rosário Ramos, substitui do cargo a embaixadora Edna Marta que recentemente foi empossada embaixadora de Cabo Verde no Luxemburgo.

Ramos é pós-graduado em Gestão e Administração Pública, licenciatura em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Brasil, e Técnico em Administração e Economia pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento Administrativo (CENFA), Praia.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project