ESCREVA-NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Caso de acusações a Miguel Monteiro: António Alte Pinho defende que o deputado do MpD deve pôr os cargos à disposição 18 Maio 2020

Num post publicado na sua página de facebook, o jornalista António Alte Pinho, que é coordenador do Gabinete de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal de Santa Catarina de Santiago (ver foto no roda pé desta peça), considerou que, face ao teor das declarações de Miguel Monteiro, deputado do MpD e 1º Secretário da Mesa da Assembleia Nacional, « ele confessa as acusações fundamentais que lhe são imputadas». Em causa estão as denúncias do PAICV sobre o suposto favorecimento e tráfico de influências através da sua empresa com obtenção de contratos sem concursos públicos junto de certos serviços do Estado. Além de criticar o silêncio cúmplice do MpD nesta matéria, Alte Pinho defende que, no mínimo, Miguel Monteiro deve pôr os cargos à disposição do partido. «Recordo que Miguel Monteiro, para além de deputado, é 1º secretário da Assembleia Nacional e o facto de, no mínimo, não adotar a atitude decente de pôr estes cargos à disposição, é muito reveladora. Como também é revelador o silêncio cúmplice do MpD nesta matéria, o que está a provocar a indignação de muitos militantes e mesmo de parlamentares ventoinha». Conheça os detalhes do post referido, que publicamos a seguir.

Caso de acusações a Miguel Monteiro: António Alte Pinho defende que o deputado do MpD  deve pôr os cargos à disposição

NÃO PASSAVA DE UMA FALÁCIA?

Acho extraordinário que pessoas que se insurgiram (e muito bem!) contra negociatas, manifestações de peculato e tráfico de influências, no tempo dos governos do PAICV, estejam agora a manifestar "solidariedade" com o deputado Miguel Monteiro e a dizer que as acusações se tratam de tentativas de "assassinato de caráter"...

Vi atentamente o teor das declarações do deputado e é para mim evidente que ele confessa as acusações fundamentais que lhe são imputadas!

Recordo que Miguel Monteiro, para além de deputado, é 1º secretário da Assembleia Nacional e o facto de, no mínimo, não adotar a atitude decente de pôr estes cargos à disposição, é muito reveladora.

Como também é revelador o silêncio cúmplice do MpD nesta matéria, o que está a provocar a indignação de muitos militantes e mesmo de parlamentares ventoinha.

Afinal, o "somos diferentes, fazemos diferente" não passava de uma falácia?

Pela minha parte, nunca estarei do lado dos corruptos e dos vigaristas que se aproveitam da política para fazer alpinismo social e enriquecerem, violando princípios éticos fundamentais.

Sou o mesmo que era antes de vocês chegarem ao poder, quem mudou não fui eu!


Post Scriptum: Não confundir esta minha posição com a daqueles que se silenciaram perante negociatas, manifestações de peculato e tráfico de influências ocorridas durante a governação do PAICV - e que agora atiram pedras ao partido do governo -, passando a ideia que "o meu corrupto não era tão mau como o teu"...

António Alte Pinho

(Post publicado na sua página de facebook)

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project