DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

O "Estou contigo até ao fim" do Gelson ao Rúben custará caro ao Sporting 01 Mar�o 2018

Gelson Martins marcou o único golo da partida do Sporting de Portugal frente ao Moreirense e depois foi o delírio: o jogador despiu a camisola e exibiu a inscrição de apoio a Rúben Semedo, que está sob prisão em circunstâncias muito inquietantes, em Espanha. Consequência: expulso, Gelson não vai jogar a partida decisiva contra os Dragões na próxima sexta-feira.

O

No final do jogo desta segunda-feira, 26, que carimbou a vitória do Sporting frente ao Moreirense (1-0), o treinador Jorge Jesus não se quis alongar muito sobre a expulsão de Gelson Martins.

«O que é que hei-de dizer sobre o Gelson? Emocionou-se. Quis dedicar o golo ao Rúben Semedo, tem o Rúben no coração. No próximo jogo vai para a bancada "para ao pé" do Rúben Semedo...», expressou o castiço técnico dos leões, na curta entrevista após o jogo.

O internacional português está, pois, fora de jogo para o encontro SCP-FC Porto no final de semana. É que depois de um primeiro amarelo, o segundo passou a vermelho e vai ter de cumprir um jogo de castigo — para azar dos leões coincide com a deslocação ao Estádio do Dragão.

"Foi injusta. Este quarto árbitro, José de Almeida, mandou o árbitro expulsar o Petrovic, a dizer que era jogada de amarelo. Se virem as imagens, ele não toca no Tozé. Um lance de dúvida… era o momento certo para o Sporting CP ficar com menos um e ter mais dificuldades. Mas estes jogadores foram uns autênticos leões e mereceram que os ovacionassem e não assobiassem", explicou, mostrando-se ainda indignado com a ‘perda’ de Gelson Martins para o clássico com o FC Porto.

Até o Sr. Presidente está tocado com a situação do Rúben Semedo

A solidariedade de muitos cabo-verdianos contrasta com a reprovação expressa por um dirigente do Villareal de Valência, o clube de Rúben, que depois de o suspender ainda o arrasa: "As crianças devem perceber que podem ser como Manuel Trigueros [um jogador do Villarreal], alguém com estudos e com uma carreira, ou podem ser como o Rúben Semedo. Este caso deve mostrar aos jovens que devem seguir a opção e o caminho correto", disse José Manuel Llaneza, que atribui o comportamento desviante de Rúben ao facto de "ter começado a ganhar aqui muito dinheiro", ao contrário de Portugal "onde recebia muito pouco", informação pouco exata já que Rúben era profissional antes de rumar a Espanha.

À semelhança de milhares de cabo-verdianos que dizem da sua preocupação com o ’caso Rúben Semedo’, também Jorge Carlos Fonseca não se coibiu de expressar o seu apoio.

"Procuro, estou a procurar saber o que se passa com o futebolista Rúben Semedo. Acompanho e interesso-me pelo caso". Com cautela, observa que o jogador "está sob a alçada das autoridades judiciárias espanholas legítimas. Mas não posso, não podemos desinteressar-nos de todo do que se passa ou se vai passar. Como cidadão cabo-verdiano, pelo menos, vejo-o também como um dos «nossos» e não posso alhear-me de todo. Sinto-me «tocado» pelo caso e pelo homem, pelo jovem, pela pessoa", lê-se na sua página de Facebook.

Conclui: "Não se pode, naturalmente, interferir numa situação que está a ser tratada por quem de direito. Apenas desejamos que Ruben Semedo seja tratado como qualquer outro cidadão num Estado de direito, nem melhor, nem pior. Pelas autoridades e pela imprensa".

Fontes: RTP, Sporting.pt, A Bola.pt

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project