INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

"O Papa tem de ir mais longe na condenação", diz vítima de padres pedófilos na Irlanda 26 Agosto 2018

O papa Francisco em visita pastoral desde sexta-feira, 25, à Irlanda — onde conversou sobre o assunto com o primeiro-ministro Taoiseach Leo Varadkar (na foto) — condenou os abusos e disse que se sentia envergonhado pelo sofrimento que padres católicos infligiram a crianças entregues aos seus cuidados.

Uma vítima irlandesa, Colm O’Gorman, entende que o papa Francisco tem de ir mais além. Esta vítima dum padre pedófilo por um período de dois anos na sua adolescência contou à imprensa que sentiu pouca empatia do Santo Padre.

Ele podia ter falado com todos nós, de uma maneira que fosse assertiva, clara, franca, humana, acessível", disse o homem que fundou uma organização para poder lidar com os traumas.

Dois outros homens, Clodagh Malone e Paul Redmond, que foram também vítimas de padres, disseram à BBC que tiveram uma reunião com o papa, mas que saíram de lá desiludidos, pois o caso foi tratado com ligeireza pelo Santo Pontífice.

Fr Patrick McCafferty, padre de Belfast e outro dos ’sobrevivente’ que se reuniram com o Santo Padre, acredita que "o Papa vai provocar a renúncia dessa gente, tanto os que abusaram das crianças como aqueles que os encobriram".

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project