Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Carlos Veiga reconhece derrota e felicita José Maria Neves, Presidente eleito 18 Outubro 2021

O candidato presidencial Carlos Veiga, apoiado pelo MpD e UCID, reconheceu esta noite a sua derrota nas sétimas eleições presidenciais realizadas hoje, ganhas, à primeira volta, por José Maria Neves, suportado pelo PAICV (oposição).

Carlos Veiga reconhece derrota e felicita José Maria Neves, Presidente eleito

Na sua declaração à imprensa, sem perguntas dos jornalistas, Veiga disse que “o povo falou e a democracia triunfou”, asseverando que nesta campanha foram testados os limites da democracia e que mais uma vez ela renovou-se e fortaleceu-se.

“É um orgulho sentir-me parte do funcionamento da democracia sólida, resistente, consistente que ajudei a criar”, realçou Carlos Veiga, acrescentando que “os grandes vencedores das eleições são a liberdade, a democracia e o povo de Cabo Verde”.

Considerando que não há democracia sem partidos, fez questão de agradecer o apoio que teve da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) e do Movimento para a Democracia (MpD), na pessoa dos seus presidentes, bem como o apoio dos cidadãos independentes e de outras forças políticas, Carlos Veiga disse que “a vontade do povo foi ouvida e atendida”.

“Quero por isso apresentar as minhas felicitações a José Maria Neves pela sua eleição a Presidente da República, a quem já telefonei a felicitar pessoalmente: As eleições permitiram que cada candidato advogasse as suas ideias e marcasse a diferença pelo seu estilo e proposta próprias, mas sobretudo pelo seu nível de sentido de estar e de responsabilidade para com a democracia”, sintetizou.

Aos demais candidatos enalteceu “a dedicação à causa pública e o seu respeito pelos resultados democraticamente estabelecidos”, tendo sublinhado que doravante resta unir esforços na promoção do bem do País e da cooperação dos rendimentos da família.

“É um imperativo de todos, quer das gerações que fizeram independência, quer das gerações que conquistaram a democracia e instituíram as liberdades constitucionais, que se unam num pacto nacional em nome de Cabo Verde”, precisou o candidato do projecto “Unir para Avançar”.

O antigo primeiro-ministro José Maria Neves (2001 a 2016) venceu estas sétimas eleições presidenciais, com maioria absoluta.

Numa altura em que estão apurados 97 por cento (%) dos votos expressos (1.255 mesas apuradas), Neves conta com 51.5% dos votos, correspondente a 93.149, relegando Carlos Veiga para o segundo lugar com 42,06 % (77.018), seguidos de Casimiro de Pina com 1,8% (3.254), de Fernando Rocha com 1,4% (2.509), Hélio Sanches com 1,2% (2.102), Gilson Alves, com 0,9% (1.546) e de Joaquim Monteiro com 0,8% resultante dos 1.355 votos conquistados. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project