LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Guiné-Bissau/Após 24 dias: Anunciado governo de iniciativa presidencial de 36 membros e sem o PAIGC 10 Junho 2022

Guiné-Bissau/Após 24 dias:  Anunciado governo de iniciativa presidencial  de 36 membros e sem o PAIGC

O governo de iniciativa presidencial foi anunciado na tarde desta quinta-feira, 09 de junho de 2022, por decreto n°27/2022, lido na voz do Conselheiro Porta-voz, António Óscar Barbosa (Cancan). O novo executivo não integra o Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), que tinha manifestado a intenção de participar no governo de iniciativa presidencial.

Segundo o jornal O Democrata, o governo liderado por Nuno Gomes Nabian é constituído por 36 membros, entre os quais 24 ministros e 12 Secretários de Estado. O governo integra partidos da coligação que suportaram o anterior governo, designadamente: o MADEM, o PRS, a APU-PDGB e o PND.

Lembraa mesma fonte, que o chefe de Estado, Umaro Sissoco Embaló, dissolveu a Assembleia Nacional Popular no passado dia 16 de maio, justificando que a sua decisão devia-se à recusa do Parlamento, de forma sistemática, ao controlo das suas contas pelo Tribunal de Contas. Noutro decreto mantém em funções Nuno Gomes Nabian, primeiro-ministro, e Soares Sambú, vice-primeiro-ministro.

Para além da ausência do PAIGC, foram registadas mudanças de cadeiras do antigo para o novo executivo, sobretudo o então ministro da defesa nacional, general Sandji Fati, que passou do ministério da defesa para o ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural e Marciano Silva Barbeiro, que dirigia aquele pelouro, passou agora a ocupar a pasta da defesa nacional.

José Casimiro Varela, que ocupava a Secretaria de Estado do Orçamento, vai agora para o Ministério da Economia, Plano e Integração Regional. O chefe de Estado nomeou o seu antigo Conselheiro Especial e ex-Procurador Geral da República, Fernando Gomes, para o ministério da Administração Territorial e Poder Local.

Fernando Dias, que liderava o ministério da Administração Territorial e Poder Local, vai assumir, segundo ainda O Democrata, as funções do ministro dos Recursos Naturais, no novo governo.

Eis a composição do governo de iniciativa presidencial:

I. MINISTROS

  • Ministra de Estado, dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e das Comunidades: Suzi Carla Barbosa
  • Ministro de Estado, do Interior e da Ordem Pública: Botche Candé
  • Ministro de Estado, da Defesa e Combatentes da Liberdade da Pátria: Marciano Silva Barbeiro
  • Ministro de Estado, dos Recursos Naturais: Fernando Dias
  • Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural: Sandji Fati
  • Ministro das Pescas: Orlando Mendes Viegas
  • Ministro da Administração Territorial e do Poder Local: Fernando Gomes
  • Ministra da Justiça e Direitos Humanos: Teresa Alexandrina da Silva
  • Ministro da Energia e Indústria: Mário Siano Fambé
  • Ministro da Economia, Plano e Integração Regional: José Carlos Varela Casimiro
  • Ministro das Finanças: João Alaje Mamadú Fadia
  • Ministro do Turismo e Artesanato: Fernando Vaz
  • Ministro da Comunicação Social: Fernando Mendonça
  • Ministro dos Transportes e Comunicações: Aristides Ocante da Silva
  • Ministro do Comércio: Abas Djaló
  • Ministro da Educação Nacional: Tcherno Djaló
  • Ministro do Ensino Superior e Investigação Científica: Timóteo Saba M’bunde
  • Ministro da Administração Pública, Trabalho, Emprego e Segurança Social: Cirilo Mamasaliu Djaló
  • Ministro da Saúde Pública: Dionísio Cumba
  • Ministra da Mulher, Família e Solidariedade Social: Maria da Conceição Évora
  • Ministro das Obras Públicas, Habitação e Urbanismo: Fidélis Forbs
  • Ministro do Ambiente e Biodiversidade: Viriato Soares Cassamá
  • Ministro da Cultura, Juventude e Desportos: Augusto Gomes

II. SECRETÁRIOS DE ESTADO:

  • Secretário de Estado da Presidência de Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares: Florentino Fernando Dias
  • Secretária de Estado das Comunidades: Salomé dos Santos Allouche
  • Secretária de Estado da Cooperação Internacional: Ude Fati
  • Secretário de Estado do Orçamento e Assuntos Fiscais: João Alberto Djata
  • Secretário de Estado do Tesouro: Ilídio Vieira Té
  • Secretário de Estado da Energia: Augusto Poquena
  • Secretária de Estado de Plano e Integração Regional: Mónica Buaró da Costa
  • Secretário de Estado da Ordem Pública: Fernando Augusto Cabi
  • Secretário de Estado da Cultura: Francelino Cunha
  • Secretário de Estado dos Combatentes da Liberdade da Pátria: Augusto Nhaga
  • Secretária de Estado da Gestão Hospitalar: Maria de Fátima Mendes Alves Vieira
  • Secretário de Estado da Juventude e Formação Profissional: Agostinho Intante Djú

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project