MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

O mistério da múmia alienígena está (finalmente) explicado 25 Mar�o 2018

Esqueleto, de pouco mais de 15 centímetros encontrado no Chile não se parece com nada que já se tenha visto. Por causa das suas características, gerou muita especulação e alguns estudiosos sugeriam até que se pudesse tratar de um extraterrestre.

O mistério da múmia alienígena está (finalmente) explicado

Um esqueleto mumificado encontrado no deserto Atacama, no Chile, com apenas 15 centímetros e cuja idade dos ossos era consistente com os de uma criança com seis a oito anos, gerou especulação devido às suas características peculiares.

Citado pelo MM, houve até quem ponderasse tratar-se de um esqueleto extraterrestre devido ao formato alongado que tinha o seu crânio. Mas, testes feitos à posteriori ao seu ADN demonstraram que se tratava efectivamente de um esqueleto humano, mais precisamente do esqueleto de uma menina recém-nascida com mutações genéticas associadas ao nanismo, escoliose e com deficiências nos músculos e esqueleto.

Ata, nome dado ao esqueleto, tinha dez pares de costelas, em vez de 11 e estava tão mal formada que, provavelmente, não se conseguiria alimentar. Entretanto, de acordo com o especialista e professor da Universidade de Medicina de Stanford, Garry Nolan, os estudos demonstraram que as mutações estão presentes em sete dos seus genes e todas relacionadas com o crescimento. "Acreditamos que a menina foi um nado-morto ou que morreu pouco depois do parto", explicou à BBC.

De referir que os detalhes da investigação foram publicados na revista Genome Research e os cientistas acreditam que estes resultados podem ajudar a entender melhor as doenças genéticas no futuro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project