ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Governo: Projecto para melhoria do acesso à RTPE vai melhorar as condições de quem serve os cabo-verdianos 10 Agosto 2018

O projecto para melhoria do acesso à Rede Tecnológica e Privativa do Estado (RTPE) vai facilitar e melhorar as condições de quem serve os cabo-verdianos, afirmou hoje,10, o secretário de Estado Adjunto para Inovação e Formação Profissional, Pedro Lopes.

Governo: Projecto para melhoria do acesso à RTPE vai melhorar as condições de quem serve os cabo-verdianos

Pedro Lopes fez estas declarações à imprensa, à margem do lançamento do projecto RTPE, na Cidade da Praia, tendo adiantado que o mesmo beneficia cerca de 300 instituições das diferentes áreas de governação local e central.

“Esta iniciativa visa melhorar o acesso à RTPE e as instituições integradas na rede um melhor acesso às 80 aplicações dos projectos envolvidos e um melhor acesso à Internet e é importante que a tecnologia esteja ao serviço dos cabo-verdianos, de quem serve o Governo central e local”, salientou.

Na ocasião, o governante considerou “fundamental” apostar numa rede privativa do Estado moderna e capaz de dar repostas às necessidades do mundo novo digital, onde, segundo ele, a dimensão do país ultrapassa a dimensão física das ilhas.

“O Governo de Cabo Verde quer que os avanços tecnológicos estejam ao serviço dos cabo-verdianos. É um projecto que diariamente procura soluções para os problemas dos cabo-verdianos e, até Dezembro de 2019, vamos estar nesse processo de modernização da RTPE”, avançou.

Por seu turno, o técnico do Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSI) e coordenador do projecto, Hélder Veiga, afirmou que com este projecto serão instaladas as redes estruturadas em todas as instituições abrangidas.

“Este projecto vai garantir a melhorar o acesso à RTPE das instituições integradas na rede e as que ainda não estão, a instalação de redes Wi-Fi para facilitar a mobilidade dos funcionários das empresas e levar a fibra óptica para interligar algumas instituições, com maior número de utilizadores”, salientou, indicando, que o projecto abrange nesta primeira fase, a ilha de Santiago.

Este projecto, de acordo com este responsável, orçado em cerca de cinco milhões de dólares (aproximadamente 475 mil contos), concretiza-se através do financiamento atribuído pela República Popular da China.

A RTPE é uma plataforma tecnológica que permite o acesso dos agentes do Estado aos serviços comuns nomeadamente, a Internet e o correio electrónico.

Permite ainda, o acesso a soluções de gestão nas mais diversas áreas da administração do Estado e da governação, que estão alicerçadas no princípio consagrado da integração de sistemas e que constituem ferramentas privilegiadas de gestão da Administração Pública e da prestação de serviços electrónicos. A Semana/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project