REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

OMS acolhe nova estirpe como "normal" — "Menos infeccciosa que a papeira", diz Ryan 25 Dezembro 2020

É positiva a descoberta das novas estirpes de coronavírus — que causaram alarme mas também levaram a medidas restritivas no Reino Unido e África do Sul — e prova a eficácia na deteção e seguimento da Covid-19, considerou o diretor da OMS para a Europa na segunda-feira, 21.

OMS acolhe nova estirpe como

"Temos de encontrar o equilíbrio. É muito importante a transparência, é muito importante dizer ao público o que se passa, mas é também muito importante entender que esta é também uma parte normal da evolução do vírus", disse em Genebra na segunda-feira, 21, o diretor para a Europa, Mike Ryan.

"É uma oportunidade única para a ciência, esta de seguir o vírus de tão perto e em tempo real. É um desenvolvimento realmente positivo para a saúde pública a nível global. Temos de enaltecer os países que o fazem", disse Ryan em entrevista online à Reuters, a partir de Genebra.

Mesmas vacinas para diferentes estirpes

A OMS considera que as vacinas já aprovadas devem, por enquanto, continuar a ser utilizadas nas novas variantes do coronavírus. A justificá-lo está o facto de que as mutações são muito mais lentas do que em outras doenças com grande transmissibilidade como a gripe (causada pelo vírus influenza), a papeira.

Fontes: Reuters/Japan Times. Foto (NYT): Nos cinco dias prévios ao encerramento, dia 19, da fronteira Dover/Le Havre, a França instalou centros de testagem, grátis, na cidade portuária de 270 mil habitantes. Objetivo: testar, no mínimo, metade da população do município presidido pelo anterior primeiro-ministro Edouard Philippe.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project