SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Óbito/Simão Évora: Edilidade porto-novense “consternada” com morte do agente cultural e ativista social 04 Abril 2022

O antigo professor Simão Évora, agente cultural, ativista social e empresário, natural do Tarrafal de Monte Trigo, Porto Novo, Santo Antão, morreu hoje aos 58 anos de idade, vítima de doença prolongada.

Óbito/Simão Évora: Edilidade porto-novense “consternada” com morte do agente cultural e ativista social

Em nota de pesar, segundo escreve Inforpress, a Câmara Municipal do Porto Novo manifestou “profunda consternação” pelo falecimento de Simão Évora, que foi “um cidadão comprometido com as causas do município do Porto Novo e, particularmente, do Tarrafal de Monte Trigo, “cujo processo de desenvolvimento sempre contou com a sua participação”, avançou.

“Simão Évora se destacou como profissional, ativista social, agente cultural, político de convicção, empreendedor empresarial, representante de instituições desconcentradas do Estado e de outras instituições”, enalteceu a autarquia.

Em nome da câmara Municipal, conforme a mesma fonte, o edil Aníbal Fonseca endereçou à família e a comunidade de Tarrafal de Monte Trigo “as mais sentidas condolências”, rendendo “homenagem ao trabalho por ele realizado em toda a sua vida”.

“Certamente, a sua memória será honrada e lembrada pelo seu empenho e dedicação nas diversas áreas que atuou. Fica o nosso agradecimento pelo competente trabalho em sua jornada em prol do nosso município”, adiantou.

Simão Évora foi homenageado, no mês de Março último, pelos órgãos municipais (câmara e assembleia municipais) e ainda pela delegação do Ministério da Educação do Porto Novo, que atribuiu o seu nome à uma biblioteca no Tarrafal de Monte Trigo, cita Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project