MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Oeste-africano põe 25% do salário em campanha pro-Putin 23 Abril 2022

O cidadão Ismael Sawadogo — que desde o ano passado se tornou "fã de Vladimir Putin" ao visualizar os vídeos do presidente russo — veste as cores da Federação da Rússia para participar em manifestações de apoio ao país "agressor" na guerra em curso no leste europeu. O "uniforme" que o burkinabê de 30 anos usa para a ocasião são a bandeira, a camisa e o chapéu que lhe custaram um quarto do salário.

Oeste-africano põe 25% do salário em campanha pro-Putin

O "uniforme" branco-azul-vermelho, cores da bandeira da Federação Russa, teve de ser confecionado sob medida por um costureiro de Uagadugu. Ismael Sawadogo explica que o preço foi alto — vinte mil francos CFA (c.mil CVE), "mais do que consigo poupar num ano" — mas que o dá por bem empregue.

"Amo o Putin, Putin, Putin!", diz o homem que ganha a vida como vendedor de brinquedos. Repete com o seu ídolo: "A NATO é o agressor", "Moscovo conduz uma missão humanitária na Ucrânia".

Ismael Sawadogo fala entusiasmado de como aconteceu o seu "encontro" com o ditador russo: foi o ano passado ao visualizar vídeos dos comandos russos em ação incentivados por Putin.

O que primeiro foi apenas um "interesse" passou a "paixão" quando a escola da sua aldeia natal foi destruída por um grupo de extremistas. Mais uma marca traumática do país assolado por djihadistas: Burkina-Faso: 100 civis mortos em ataques djihadistas sábado, 05.jun.021; Burkina-Faso: 7 soldados, 35 civis e 80 terroristas morreram, anuncia presidente Kaboré, 26.dez.019).

"A culpa é da França", expressa Sawadogo em mensagens no Facebook, onde se habituou a publicar comentários contra o "Ocidente".

"Macron é inimigo, Putin é um herói", diz num dos posts recentes. A situação do país que vive em instabilidade cíclica tem a ver com esse "sentir", como por exemplo no atual contexto do julgamento in absentia do ex-presidente (Burkina-Faso/ Thomas Sankara: Julgamento dos presumíveis assassinos arranca hoje, 11.outº — Ex-PR Compaoré entre 13 acusados, 11.out.021).

É nesse contexto multicomplexo que deve ser interpretado essa exaltação do cidadão que, de mota, percorre terras do Burkina a proclamar: "Obrigado Putin, és o Cristo dos tempos modernos!".

Segundo fontes oficiais ao Washington Post, o monitoramento dos social-media tem revelado que os apoios a Putin têm vindo a crescer entre os oeste-africanos, "seduzidos por campanhas de desinformação nas redes sociais".

"A nossa investigação mostra a expansão da influência do Kremlin", rematam essas fontes. Anónimas "para não comprometer as investigações" em curso.

Fontes: AP/Washington Post/Ivoiresoir/Reuters/AFP. Foto: Jovens burkinabês como Sawadogo apoiam Putin, frustrados com o que chamam de "chefes do Burkina curvados perante a França".

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project