CINEMA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Olivia de Havilland 2 vezes oscarizada faleceu aos 104 anos — Preterida como ’Melhor Atriz Secundária’ Óscar foi para Hattie McDaniel em "E tudo o Vento levou" 27 Julho 2020

Olivia de Havilland, britânico-americana nascida de pais ingleses no Japão, em 1916, entrou para a eternidade este sábado. A atriz multicentenária faleceu na sua casa de Paris, onde residia desde 1980. Recebeu por duas vezes o Óscar de ’Melhor Atriz", mas foi preterida no de ’Melhor Atriz Secundária’ — e esse Óscar foi para a colega Hattie McDaniel em "E tudo o Vento levou".

Olivia de Havilland 2 vezes oscarizada faleceu aos 104 anos —  Preterida como ’Melhor Atriz Secundária’ Óscar foi para Hattie McDaniel  em

Olivia de Havilland, que se estreou em Hollywood em 1938, ficou famosa pelo papel de ’Melanie’ no primeiro filme a cores "E tudo o vento levou" — que vários rankings classificam como um dos sete maiores filmes dos últimos cem anos.

Mas Olivia de Havilland perdeu em 1940 o Óscar de "Melhor Atriz Secundária" pelo seu papel como ’Melanie Hamilton’, que acolhe a protagonista Scarlett O’Hara — esta que se revela ’amiga da onça’. O Óscar foi para a atriz Hattie McDaniel no papel da escrava "Mammy".

A carreira de Olivia de Havilland, como estrela de Hollywood, estendeu-se por meio século, até 1988. Mas mesmo com a idade a avançar, era muitas vezes chamada para as grandes ocasiões, como retrospetivas, comemorações e entregas de prémios na Meca do cinema.

Veterana de Hollywood, a última grande diva recebeu galardões dos Estados Unidos, Reino Unido e França. Recebeu a Légion d’Honneur, das mãos do presidente Sarkozy em 2010. Trinta e cinco anos antes, fora a primeira mulher a presidir a um júri do festival de Cannes, em 1965.

"Olivia de Havilland é modelar nestes tempos em que as mulheres no cinema estão a reivindicar mais direitos", como no domingo lembrou o diretor do Festival de Cinema de Cannes, Thierry Fremaux. Será para sempre lembrada "pela força e coragem que ela nunca parou de demonstrar, desde que em 1940 enfrentou os poderosos e mudou a lei dos contratos", assinalou o francês.
...
Fontes: Arquivos online. Relacionado: Hattie McDaniel oscarizada por "E tudo o vento levou" preferia fazer de criada por $700 que ser uma por $7, 21.dez.019. Fotos: Olivia de Havilland aos 92 e aos 22 anos. Óscar de Melhor Atriz em 1946, anos depois de perder para a Hattie McDaniel (na foto a preto e branco, ao centro de fato escuro em 1944) o Óscar de Melhor Atriz Secundária em "E tudo o vento levou", de 1939.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project