REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ômicron por via áerea: Infeta quarentenados sem qualquer contacto entre si 20 Dezembro 2021

A alta transmissibilidade da novel variante do SARS-CoV2 parece estar confirmada a crer no estudo que abordou os primeiros casos de infeção pela Ômicron em novembro, em Kong Kong. A transmissão por via aérea é a conclusão do estudo da universidade de Hong Kong publicado esta sexta-feira 17 e citado pela ’Bloomberg’.

Ômicron por via áerea: Infeta quarentenados sem qualquer contacto entre si

O estudo publicado na revista científica "Emerging Infectious Diseases/Doenças Infecciosas Emergentes" confirmou que a nova variante Ômicron se espalhou entre dois viajantes quando ambos estavam fechados em quarentena nos respetivos quartos de um hotel em Hong Kong.

Esse que foi um dos primeiros casos de infeção pela nova variante do SARS-CoV-2
detetada em fins de novembro (Petróleo: Preços têm maior queda em 17 meses — Efeito Ômicron: Europa, Ásia estão a fechar fronteiras, 27.nov.021).

As imagens das câmaras de televisão em circuito fechado desse hotel mostraram que nenhuma dessas duas pessoas saiu do seu quarto nem teve qualquer contacto entre si.

A transmissão por via aérea terá acontecido durante a recolha de alimentos ou para a realização do teste de Covid-19, anunciaram os investigadores da Universidade de Hong Kong no estudo publicado na sexta-feira na revista "Emerging Infectious Diseases" e citado pela Bloomberg.

Fontes: Bloomberg/SCMP/. Fotos (Reuters): Num hotel para quarentenados de Hong Kong, as imagens de videovigilância indicam que ninguém saiu dos quartos e que não houve um único contacto entre essas pessoas. Ômicron, na designação atribuída a 26 de novembro pela OMS à nova variante da Covid-19 com dez mutações face à Delta.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project