CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Operação Fim do Ano: Polícia Nacional apreendeu três armas de fogo e fez várias detenções 02 Janeiro 2021

A Polícia Nacional apreendeu na madrugada, desta sexta-feira, durante uma rusga no bairro de Tira-Chapéu (Praia), três armas de fogo, uma operação da qual resultou um ferido por um “disparo acidental” de um elemento das Forças Armadas.

Operação Fim do Ano: Polícia Nacional apreendeu três armas de fogo e fez várias detenções

“O indivíduo ficou ferido num dos ombros na tentativa de tirar a arma ao militar, mas está fora de perigo”, avançou, segundo a Inforpress, o comandante regional de Santiago Sul e Maio, acrescentando que o ferido encontra-se fora de perigo e sob custódia da polícia que o vai apresentar ao Ministério Público “para os devidos efeitos”.

Segundo o comandante regional de Santiago Sul e Maio, em declarações à Inforpress, a patrulha conjunta Polícia Nacional e Forças Armadas estava a passar pelo referido bairro e detectou uma “situação anormal” e ao aproximar-se para se inteirar sobre o que estava a passar “foi recebida com garrafas, pedras e tiros”.

“Durante a actuação da patrulha, um dos elementos das Forças Armadas foi atingido com uma pedrada num dos pés”, revelou o comandante Alcides Tavares, que adiantou que três dos elementos do grupo de Tira-Chapéu se encontram detidos.

Sobre a Operação Stop nas estradas, revelou que se registaram cinco acidentes, dos quais resultaram dois “feridos ligeiros” e danos materiais nas viaturas envolvidas.

Ao todo, disse, as autoridades fiscalizaram 379 veículos e 14 foram apreendidos, devido a algumas irregularidades detectadas.

De acordo com o balanço da PN, 18 pessoas foram detidas e os motivos variam entre a condução ilegal, sob o efeito do álcool, rixas na via pública e posse ilegal de armas de fogo e drogas.

Entretanto, na Avenida Cidade de Lisboa (Praia) ocorreu um acidente provocado por “velocidade excessiva”, tendo o automóvel embatido contra uma viatura da Polícia Nacional que se encontrava parada.

“O condutor aparentava estar sob o efeito do álcool e recusou ser submetido a teste, pelo que foi detido por desobediência à autoridade”, indicou o comandante da região de Santiago e Maio.

Relativamente às coimas, foram aplicadas 14 totalizando um montante de 270 mil escudos.

Alcides Tavares revelou que durante a Operação Ano Novo foram abordadas 320 pessoas na via pública, sendo que 18 vão ser apresentadas ao Ministério Publico, e 40 foram levadas para as diferentes esquadras do Comando Regional para efeito de identificação e averiguação.

Entretanto, a Inforpress esteve no Banco de Urgência do Hospital Central da Praia, onde verificou um número considerável de feridos que se dirigiram àquele estabelecimento hospital para tratamento.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project