Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Os grandes vencedores 20 Outubro 2021

As eleições presidenciais de 17 de outubro têm pelo menos três grandes vencedores. O principal é o recém eleito Presidente José Maria Neves, que se destacou como líder carismático e estadista. Em segundo lugar está o povo de cabo Verde com o atual sistema democrático que, apesar das investidas do governo com uso indevido de meios públicos em campanha a favor de Carlos Veiga e de tentava de compra de votos, votou e escolheu livremente o presidente da sua preferência. O outro vencedor é o PAICV, que apoiou politicamente a candidatura do novo Chefe de Estado, eleito logo na primeira volta.

Os grandes vencedores

Presidente José Maria Neves – O carismático mobilizar

José Maria Neves, ex-primeiro-ministro de Cabo Verde, foi o grande vencedor das presidenciais do último domingo em Cabo Verde e na diáspora. Carismático e mobilizador, ganhou com a maioria folgada em 9 dos 13 círculos eleitorais do país e na diáspora. Teve maior votação na Boa Vista (56.5 %) no Fogo (55 %), em Santiago Norte sua região natal ( 54.4 % ) em Santigo Sul ( 53.9 % ) e em toda a diáspora, com destaque para a África (62.2 %), onde JMN teve o maior escore eleitoral de sempre. Além do seu capital político, Neves soube fazer um discurso politico inteligente que os cabo-verdianos esperavam, capitalizando os seus grandes feitos quando foi chefe do governo entre 2001 e 2016. Líder carismático e estadista experiente, passou o discurso construído de ser «o Presidente Necessário» para os novos tempos e o povo o elegeu de forma merecida. Como disse durante a campanha eleitoral, espera-se, com a sua eleição como quinto Chefe de Estado de Cabo Verde, que um «novo raio de luz brilhe no horizonte destas ilhas do atlântico», vivificando a esperança para que os sonhos dos cabo-verdianos sejam realizados.

Povo e sistema democrático ganhadores

Segundo observadores atentos, um outro grande vencer das presidências do último domindo,17, é o povo cabo-verdiano. Mostrou garra e soube pôr à prova a sua maturidade político-democrática. Apesar das fortes investidas do governo com a utilização de recursos públicos a favor da candidatura de Carlos Veiga e tentativas de compra de votos, o povo não se deixou ser manipulado. Votou de forma livre e consciente no candidato da sua preferência, elegendo, com uma maioria clara logo na primeira volta, o novo Presidente da República - José Maria Neves. Com isso, pôs, mais uma vez, à prova o nosso sistema democrático, que deve, no entanto, ser aperfeiçoado continuamente. Como protagonistas da mudança, os cabo-verdianos estão, pois, de parabéns!

PAICV vitorioso

Conforme analistas políticos, o PAICV é um outro vencedor das eleições presidenciais de 17 outubro. O seu apoio, como principal partido da oposição, à candidatura de José Maria Neves foi decisivo para a eleição de JMN como novo Chefe de Estado. Além das fortes investidas de Rui Semedo (Presidente interino), Julião Varela (Secretário-geral) e João Baptista Pereira (Líder parlamentar), foi decisiva a declaração de apoio, no início da campanha eleitoral, da ex-líder Janara Hopffer Almada. Esta comunicação foi importante para, juntamente com as do Felisberto Vieira (Filú) e Pedro Pires, fazer unir o sistema PAICV à volta da candidatura de Neves. Tudo isto graças a um grande trabalho da equipa estratégica central, coordenada por Adão Rocha e o Presidente Eleito.

Outros vencedores

Os outros vencedores das presidenciais de 17 de Outubro são os nove círculos eleitorais onde José Maria Neves saiu vitorioso. São eles, Boa Vista (56.5 %), Fogo (55 %), Santiago Norte (54.4 %), Santigo Sul (53.9 %), Santo Antão (48.4 %), São Vicente (46.1 %), África (62.2 % ) Américas (61,4%) e Europa-Resto do Mundo (53.8 % ).

,

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project