REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ossos desaparecem do braço de mulher com raríssima ’doença do osso fantasma’ 28 Abril 2018

A doença é rara. Chama-se Síndrome de Gorham-Stout, que só foi diagnosticada 64 vezes em todo o mundo. O caso que afetou moradora da Escócia foi descoberto após dores no ombro.

Ossos desaparecem do braço de mulher com raríssima ’doença do osso fantasma’

Na esquerda, um raio-x de seu braço um ano e meio antes do diagnóstico da doença do osso fantasma, na segunda imagem

A medicina já registrou diversas condições raras. Dentre elas, algumas são muito conhecidas como a anemia falciforme, a síndrome do sotaque estrangeiro e a hemofilia. Mas você já ouviu falar da chamada ’doença do osso fantasma’? Ela só foi diagnosticada 64 vezes em todo o mundo e foi a responsável por deixar uma mulher de 44 anos, cujo nome não foi divulgado, sem dois dos seus ossos.

De acordo com o portal britânico Daily Mail , a ’síndrome do osso fantasma’ foi descoberta após a mulher, moradora da Escócia, começar a sentir dores no ombro e procurar um especialista. Seus exames revelaram uma lesão no osso úmero, localizado na região do braço, o que levantou suspeitas de um câncer e fez com que a paciente fosse submetida a mais uma bateria de procedimentos médicos.

Como os exames não apontaram sinais de câncer e a mulher continuou a sentir as dores, seus médicos começaram a ficar intrigados. Ela passou 18 meses realizando exames de raios-x periódicos e, como dois de seus ossos começaram a “desaparecer” nos exames, seus médicos passaram a suspeitar da Síndrome de Gorham-Stout.

Especialistas na cidade de Birmingham, no Reino Unido, confirmaram o diagnóstico e escreveram em uma análise do caso que “por mais que a condição seja considerada benigna, o prognóstico é incerto [...] e ela tem potencial para complicações fatais que incluem a propagação da doença para as vértebras, levando a um derrame pleural e quadriplegia”.

A raríssima ’doença do osso fantasma’

A condição, extremamente rara, não chegou a ter 100 casos diagnosticados e ainda é um mistério para os especialistas. De acordo com o time de médicos liderado por Jarrad Stevens, que reportou o caso da escocesa na revista científica BMJ Case Reports, nem mesmo a causa da doença foi descoberta.

A única pista encontrada pelos médicos é uma condição comum a quase todos os pacientes da ’doença do osso fantasma’ : o crescimento anormal de vasos sanguíneos na região onde o problema acontece – o que pode, eventualmente, fazer com que os ossos quebrem. C/ iG Saúde

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project