MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

(Outro) Sofagate: Europa indigna-se com Erdogan descortês com Ursula Van der Leyen 18 Abril 2021

O presidente anfitrião, Recep Erdogan — "Ditador!", diz o italiano Draghi —, deixa a presidente Ursula Von der Leyen de pé e senta-se!, ouve-se na Europa desde a semana passada. Há uma semana o turco abria mais uma brecha na muralha com a União Europeia.

(Outro) Sofagate: Europa indigna-se com Erdogan descortês com Ursula Van der Leyen

O encontro de Von der Leyen e Charles Michel em Ancara com o presidente turco, na última quarta-feira, 7, destacou-se pelo facto de Michel e Erdogan já estarem sentados enquanto a presidente da Comissão Europeia se mantém de pé, sem direito a uma cadeira.

Para as instituições europeias, mais que um erro de protocolo ou mais ainda que uma afronta intencional, a atuação turca foi entendida como uma provocação.

O clima de despique constante tem marcado as relações entre a Turquia e os mais proeminentes países-membros da UE. O incidente do sofá em falta só ajuda a apimentar mais a situação.

Presidente do Conselho Europeu pede desculpa a Von der Leyen pela falta de reação

De acordo com a agência France-Presse o pedido foi apresentado numa reunião de quase duas horas à porta fechada e só terá acontecido depois das famílias políticas do Parlamento Europeu terem apelado a Von der Leyen e a Michel para porem fim à polémica.

Michel terá pedido "solenemente" desculpa a Von der Leyen pelo incidente, mas também a todas as mulheres que se sentiram ofendidas.

#TAMAM

Protestos ouviram-se na EU-União Europeia e na Turquia. Erdogan, há quinze anos no poder, disse no parlamento que sai assim que a nação turca peça.

De imediato nas redes sociais começaram a proliferar milhares de hastags #TAMAM, expressão em turco que significa "Basta!".

Segundo a BBC, esta quarta-feira, já se contavam dois milhões de aderentes a subscreverem este #TAMAM.

Anotado

Já não se fala do SOFA do Paralelo-14, que com sucessivos pedidos de fiscalização abstrata e sucessiva virou SOFAgate por uns dias entre 2018 e 2019. O PR "ignora vozes críticas e ratifica acordo com os EUA" (20.9.018); dez meses depois(sic!) o pai da Constituição CVCV era taxativo de que o Tribunal Constitucional tinha de ser ouvido (ibidem, 14.6.019) sobre o Acordo Militar ... Depois caiu no esquecimento.

O atual Sofagate é mesmo nome a denotar a falta de um sofá para a presidente europeia. É pois diferente do acrónimo de Security Forces Agreement /Tratado sobre a presença militar dos EUA em Cabo Verde.

O Sofagate dos noticiários internacionais envolve a Turquia e a União Europeia e terá talvez o mesmo destino de olvido do SOFAgate.

Fontes: Euronews/Corriere della Sera/Repubblica. Relacionado: Do SOFA: Será que o governo quer obrigar o Presidente da República a vetar o diploma?, 03.set.018. Foto (CNN): Protestos ouviram-se na EU e Turquia e Erdogan disse no parlamento que sai assim que a nação peça.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project