POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

PAICV critica sistema energético em Cabo Verde e pede solução imediata 19 Julho 2022

O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV – oposição) criticou hoje a situação do sistema eléctrico e as “constantes falhas”, argumentando que o Código da Rede Eléctrica desde 2019 assume problemas de produção e armazenamento de eletricidade.

PAICV critica sistema energético em Cabo Verde e pede solução imediata

Segundo a Inforpress, as críticas do principal partido da oposição foram feitas em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, pelo conselheiro da Comissão Política Regional de Santiago Sul, Óscar Rodrigues, para falar dos apagões e falhas eléctricas no país.

A este propósito, o dirigente do PAICV defendeu que só com planeamento e adopção de técnicas modernas de gestão é possível ter um fornecimento seguro e estável - com menos apagão que se verifica agora na Praia.

Todos os fornecedores domésticos e operadores empresários têm de ter confiança no seu fornecedor de electricidade, sob pena de que isso pode trazer instabilidade social e económica. Não podem mais ser adiados os investimentos que há muito foram prometidos e são urgentes”, afirmou, salientando que não se pode ficar na “mera produção de legislação” e de anúncios constantes de melhorias futuras que podem perigar “o progresso de Cabo Verde”.

Segundo Óscar Rodrigues, nesta matéria “é preciso menos palavras e mais acção e menos soluções casuísticas e mais planeamento” de um Governo que “fez muitas promessas visando uma melhor segurança energética”.

Ainda segundo o conselheiro da Comissão Política Regional de Santiago Sul é preciso investir em energias renováveis, mas não como solução longínqua, mas sim para hoje, visto que as pessoas e as empresas começam a sentir-se abandonadas à sua sorte e a constatar que “o Governo é ineficiente e pouco focado em resolver os reais problemas do país”.

Está-se também a queixar-se da iluminação pública e é sabido a questão a insegurança que se vive no país, com violências constantes e agressões o que leva a que a noite ninguém saia porque a cidade não está bem iluminada”, disse, solicitando soluções para o problema que afecta o turismo e o desenvolvimento das empresas nacionais - agora está a ser frequentes na Praia cortes frequentes de energia.

Segiundo a mesma fonte, Óscar Rodrigues referiu ainda que desde 2016 a 2019 é assumido que o armazenamento e produção da electricidade “é insuficiente”, sem contar com a superdimensiona dos geradores, pelo que é necessário que o Governo faça investimento estruturante neste sector.

Aquele responsável disse ainda que a energia eléctrica é um problema estrutural que carece de resolução imediata para que a credibilidade da nação moderna e progressista não seja posta em causa.

É tempo de agir, é tempo de apresentar soluções e concretizar os devidos projectos”, concluiu o conferencista citadado pela Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project