POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

PAICV manifesta preocupação com as dificuldades e desafios no subsistema do Ensino Superior no País 12 Novembro 2021

O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV ) denuncia aquilo que classifica de sinais de “degradação” do subsistema no Ensino Superior no País. Durante uma conferência de imprensa realizada esta sexta-feira, 12, na cidade da Praia, a deputada nacional, Carla Carvalho falou de dificuldades e desafios existentes naquele nível de ensino e cupabiliza o atual governo pela falta de visão e abandono deste nível de ensino.

PAICV  manifesta preocupação com as dificuldades e desafios  no subsistema do Ensino Superior no País

“São notórios as dificuldades e os desafios no subsistema do Ensino Superior e, já denunciámos a falta de visão e o abandono deste subsistema do setor educativo por este governo”, referiu.

Carla Carvalho anunciou que a reforma das instituições públicas de ensino superior incidiu basicamente em “retalhar e dividir” a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), com a amputação de uma das suas faculdades para a criação de uma outra universidade pública: a Universidade Técnica do Atlântico (UTA).

“As promessas feitas por este governo, aquando da retalhação da Uni-CV e criação da UTA, ainda não foram cumpridas. Tanto assim é que, há poucos dias, quase a totalidade dos professores e funcionários entraram em greve exigindo o cumprimento da efetiva instalação da Universidade Técnica do Atlântico nomeadamente a instalação dos vários órgãos da universidade como o Conselho Geral, o Conselho Científico e o Conselho Pedagógico assim como o funcionamento do Conselho de Gestão.

Indignado com a situação por que passa o Ensino Superior ao nível do País, o maior partido da oposição (PAICV) sustenta que o governo não pode continuar em silêncio em relação às reivindicações dos profissionais da UTA.

“Por isso, pedimos o governo a cumprir os compromissos feitos, a respeitar todos os direitos adquiridos do pessoal docente e não docente e a exigir o cumprimento dos estatutos da UTA. Mas que cumpra a tempo esses compromissos, para que, de facto, a UTA possa cumprir a sua missão e contribuir para o desenvolvimento da Região Norte do país”, exige a oposição (PAICV) atarvés de Carla Carvalho.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project