POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Polémica com redução da população por Censo-2021: PAICV pede explicações e responsabilidades sobre dados provisórios que têm inquietado a sociedade cabo-verdiana 06 Setembro 2021

Está instalada a polémica com o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, Oposição) a contestar que os resultados provisórios do V Recenseamento Geral da População e Habitação (5° RGPH2021, Censo 2021), apresentados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) no passado dia 06 de Agosto, têm provocado inquietações e incómodos na sociedade cabo-verdiana e alguma estranheza por parte de especialistas, que ainda não encontraram explicações racionais face ao seu desfecho com a redução da população residente, apesar das projeções em sentido contrário. Durante uma conferência de imprensa realizada esta segunda-feira, 06, na cidade da Praia, o porta-voz e membro da Comissão Política Nacional, António Fernandes, exorta o INE a disponibilizar mais informações a respeito dos dados apresentados para ajudar a sociedade a entender as "verdadeiras" razões que terão estado na origem da diminuição da população cabo-verdiana.

Polémica com redução da população por Censo-2021: PAICV pede explicações e responsabilidades sobre dados provisórios que têm inquietado a sociedade cabo-verdiana

Fazendo fé nos resultados provisórios do RGPH2021, aquele membro do CN do maior partido da oposição diz acreditar que Cabo Verde corre o risco de, antes de atingir a Oportunidade Demográfica, entrar em Crise Demográfica. Uma situação que considera "inédita" na História do País e "estranho" no contexto mundial se comparar com os outros países no mesmo estádio de desenvolvimento.

De acordo com a comunicação feita ao país, António Fernandes realça que os resultados do Censo2021 apontam para a redução da população residente em Cabo Verde na ordem de 8.055, representado 1,6%, isto é, os 491.683 residentes em 2010 passaram para 483.628 residentes em 2021. Refere que os mesmos dados apontam também para a mudança na relação de feminilidade (país passou a contar com mais mulheres do que homens), e aumento de números de barracas em relação a 2010. Diz ainda que o Censo-2021 revelou um conjunto de alterações contra todas as projeções, não só das instituições parceiras, mas também projeções do próprio INE.

"Pelas reações dos vários analistas, o PAICV diz ter notado "inquietações" através de alguns utilizadores recorrentes de dados e de alguns órgãos de comunicação social, e acrescenta que essas inquietações têm provocado «incómodos» junto do INE (autoridade em matéria de produção de estatísticas oficiais) o que, para a oposição, é visível na reação do dia 03 de agosto, dada à estampa na sua própria página oficial.

"São alterações estranhas e históricas no Cabo Verde independente. Ao que se sabe, de 2010 a 2020, à primeira vista, não se vislumbra qualquer mudança significativa das circunstâncias económicas, políticas e outras que terão conduzido a essa redução da população residente", mostra António Fernandes.

O maior partido da oposição cabo-verdiana considera também, que o teor da reação evidenciam contornos que podem ser entendidos como uma "tentação de desvio" daquilo que deve nortear missão da instituição, mas também "apontam riscos" que podem levar ao "descrédito" de publicações futuras se consideradas como publicações reativas.

"Notamos já na apresentação que o INE comeu por apontar algumas das hipotéticas causas para redução da população. A destacar apontou a mortalidade por causas violentas e ou saída de jovens para o exterior para a procura de trabalho. Essas alterações estão deixando preocupações de natureza diversa, uma vez que só razões de natureza extraordinária e desconhecidas poderão estar na base da redução da população", indica, acrescentando que para já, há algumas evidências que não podem ser "escamoteadas" se se pretende corrigir as falhas e trabalhar no sentido da credibilização da instituição com responsabilidade de produzir dados fiáveis e seguros a nível nacional.

Possíveis consequências provocadas pela operação do INE

O PAICV enumera algumas consequências provocadas pela operação do INE, que recaem sobre a vida dos cidadãos, alegando primeiramente, que o "protagonismo" assumido pelo Governo na fase antes da operação poderá ter relegado a autoridade estatística para um plano que não terá atraído a atenção dos cabo-verdianos à importância da operação Censo, que por natureza é, a maior operação estatística em qualquer país, sempre que aconteça.

"Em segundo lugar, todos sabem do mal-estar gerado no INE em torno da aprovação do último PCCS com reações diversas dos profissionais, com impacto direto na motivação daqueles que trabalham diretamente com as operações mais delicadas; Em terceiro lugar há denúncias de privilégios de alguns quadros e de perseguição de outros, para além de colocação de certos outros na prateleira, apenas por mera birra ou por não lerem pela cartilha dos chamados chefes, levando a instituição a privar-se de experiências consolidadas de pessoas que trabalharam muito tempo com a gestão de dados e informações; Em quarto lugar fala-se de interferência do conturbado processo de elaboração do cadastro social que levou muita gente a reagir de forma negativa com relação ao censo geral da população", enumera.

Por considerar que os resultados apresentados vieram na "contramão" de todas as projeções demográficas, António Fernandes questiona se se vai repetir a operação, "à semelhança do que aconteceu, por exemplo, na Rússia em 1935-1937? E se sim que responsabilidades serão assacadas? Afinal foram avultados recursos financeiros aplicados e um envolvimento, sem precedente, de recursos humanos de fora do quadro do INE".

O partido tambarina entende recomenda que o INE deve focar em disponibilizar mais informações a respeito dos dados apresentados para ajudar a sociedade a entender as verdadeiras razões da diminuição da população, e que o Governo deve, "de uma vez por todos, mudar o estilo de Governação e focar nos interesses da população e nos supremos interesses do país", conclui a fonte que vimos citando.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project