POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

PAICV quer continuar a ser maior força autárquica na região de Santiago Sul 05 Mar�o 2022

O presidente da Comissão Política Regional de Santiago Sul do PAICV disse hoje que o partido quer continuar a ser a maior força autárquica da região, devendo pautar-se sempre por uma política de compromisso com os munícipes.

PAICV quer continuar a ser maior força autárquica na região de Santiago Sul

Segundo a Inforpress, Carlos Tavares fez esta afirmação durante o discurso de abertura da conferência autárquica subordinada ao lema “Afirmar a proximidade, servir as pessoas”, cujo objetivo é reforçar a articulação e cooperação entre as estruturas, dar voz aos eleitos nos diferentes órgãos municipais, fazer o balanço das suas realizações e perspectivar o futuro.

Na ocasião, disse que o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) conseguiu em 2020 “um feito histórico” na região Santiago sul, em que pela primeira vez nas eleições democráticas no País aquela força política conquistou todas as câmaras e assembleias municipais na região.

“O PAICV tornou-se o maior partido em termos de poder local, tendo eleito mais de 50 membros, entre os quais três presidentes de câmaras e três presidentes de assembleias”, afiançou.

Contudo, assinalou, esta nova realidade comporta desafios, não só para os eleitos, mas também para o partido, por isso o PAICV decidiu realizar esta conferência, sobretudo, para refletir os caminhos da governação autárquica e desempenho político na região.

“Que esta caminhada seja resultado de uma reflexão conjunta, colaboração participativa por forma a continuar a estimular aquilo que de bem se faz a nível das câmaras e assembleias municipais”, atestou segundo a mesma fonte.

No entanto, Tavares frisou, é preciso chamar a atenção de “forma frontal” aquilo que foi menos conseguido, “corrigindo os desvios”, entrar na “rota certa” e continuar a implementar a agenda de governação local.

“Queremos introduzir uma dimensão importante a nível do partido, que é a dimensão de avaliação e balanço”, indicou Carlos Tavares, acrescentando que são muitas os ganhos que as autarquias de Santiago Sul tem atingido, mas “há necessidade” também de melhorar a “qualidade de decisão” e, “quiçá, rapidez” de resposta em alguns aspectos.

“A nossa actuação tem que ser pautada sempre no sentido de servir, compromisso, humildade, cooperação, princípios que constituem o farol da nossa actuação autárquica”, sublinhou.

Por fim, manifestou a convicção de que se o partido continuará nesta linha, merecerá seguramente a confiança do povo da região que quer ver as garantias concretas de resolução das suas expectativas e dos seus problemas.

Para o PAICV, esse diálogo surge como fundamental num quadro das crescentes responsabilidades que o partido tem na matéria, pois que, na região de Santiago Sul, o povo confiou na sua liderança e gestão de todas as três autarquias locais.

Na agenda dos trabalhos consta o balanço de governação autárquico das câmaras da Praia, São Domingos e Ribeira Grande de Santiago, seguido de debate sobre as apresentações, conclui a Inforpress.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project